Em Lagoa Seca, a Prefeitura, através da Secretaria de Saúde, realizará uma série de ações alusivas à campanha do Novembro Azul. O objetivo principal da campanha tem sido fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de próstata.

As ações gratuitas serão desenvolvidas durante todo o mês de novembro na zona urbana e rural, e irão contemplar o público masculino do município.

O Novembro Azul enfatiza a importância do homem cuidar melhor da saúde e sobre a necessidade do diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Atividades de orientação e de prevenção serão realizadas em todas as Unidades Básica de Saúde (UBS), além de outras ações. Para participar, basta procurar a UBS mais próxima de sua residência.

De acordo com o prefeito de Lagoa Seca, Fábio Ramalho, os homens devem criar o hábito de cuidar da própria saúde. “Todas as causas em benefício da população, serão sempre apoiadas e promovidas por nós. O Novembro Azul tem como foco principal a prevenção, o diagnóstico e a prevenção do câncer de próstata, mas também tem o objetivo de fazer com que os homens se preocupem mais com a própria saúde de forma constante”, frisou o chefe do executivo municipal.

A coordenadora da atenção básica do município, Michele Ribeiro, alertou para a importância do diagnóstico precoce do câncer de próstata. “É um tipo de câncer muito comum entre homens no Brasil e o diagnóstico precoce é fundamental. Ao longo deste mês as ações irão dar ênfase a importância de o homem cuidar da saúde. Por isso pedimos que todos do sexo masculino participem das ações do Novembro Azul, e que ao longo do ano também sigam se cuidando, já que o município oferece de maneira permanente atendimento e procedimentos gratuitos”, disse.

Conforme o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). A estimativa é de que 61mil novos casos surjam ainda este ano, então a prevenção e o diagnóstico precoce ainda é o melhor caminho.