A Prefeitura de Lagoa Seca, através da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, retomou as atividades de construção e ampliação de barreiros e pequenas barragens na região rural do município. Do ano passado até agora, já foram feitos serviços em mais de 110 reservatórios e a meta estabelecida pelo prefeito Fábio Ramalho é chegar a 300 unidades até o final do ano.

O trabalho de recuperação dos reservatórios foi um compromisso assumido pelo atual gestor de Lagoa Seca ainda durante a campanha eleitoral de 2016 e vem sendo cumprido desde o início de seu governo.

Diferentemente como em gestões anteriores, agora, os agricultores não precisam pagar ou oferecer nenhum tipo de colaboração para o abastecimento das máquinas. “Nas gestões passadas, para ampliar um barreiro ou uma barragem, os agricultores tinham que abastecer a máquina da prefeitura. Enquanto eu for prefeito, já garanti que isso não vai acontecer. Não é justo, o homem do campo já sofre tando com a estiagem, ter que pagar para prefeitura fazer um serviço que é de sua responsabilidade” comentou Fábio.

Neste início de ano, as máquinas da Secretaria de Agricultura estão priorizando reservatórios na região Norte do município – também conhecida como região dos roçados – polarizada pelas comunidades de Almeida, Alvinho, Lagoa do Gravatá e Campinote, que possuem uma forte característica de produção na agricultura familiar.

Além do trabalho nos barreiros, a prefeitura também já iniciou a recuperação de toda malha de estradas e rodagens do município. O objetivo é concluir o trabalho até o início das aulas na rede municipal de ensino, que deve ocorrer após o Carnaval. “Tem sido desafiador o trabalho por conta da escassez de estrutura financeira, mas graças ao empenho do prefeito Fábio, temos conseguido bons resultados. O trabalho para beneficiar o homem do campo tem sido uma prioridade desta gestão” comentou o secretário de Agricultura, Moisés Júnior.