Café regional, forró estilizado, produtos feitos de madeira, peças de crochê e tricô e muita diversidade de artesanato. Foi assim que marcou a reinauguração do salão de artesanato de Lagoa Seca. O evento aconteceu na manhã deste domingo (08), e contou com a presença do prefeito Fábio Ramalho, a vice-prefeita, Dalva Lucena, o secretário de Cultura, Márcio Rangel, a coordenação do salão de artesanato, e um grande público grande que prestigiou a reabertura do salão.
A abertura do evento contou com a participação da banda Fanfarra Ypuarana, que com músicas nordestinas e forró estilizado, fez uma apresentação artístico-cultural para todo o público presente.
Em seguida, o secretário de cultura, Márcio Rangel, destacou que o espaço reformado oferecerá um local digno e apropriado ao trabalho dos artesãos. “Aqui também será um espaço de convivência e formação. Estamos intensificando o processo de trabalho para que os próprios artesãos participem de oficinas de aprendizagem, fitando novos horizontes de trabalho na área. Queremos fomentar a cultura e ensinar novos jovens a produzir o artesanato local”, frisou.
Logo depois, foi a vez do prefeito Fábio Ramalho que destacou a figura da ex-vereadora, Expedita Medeiros, artífice da cultura e, em especial, na construção do artesanato da cidade.


Depois de discursar, o prefeito, a vice-prefeita e algumas autoridades locais cortaram a fita simbólica, oficializando assim, a nova estrutura do salão.

Em seguida, o trio de forró, “Adejailson e os parceiros do forró”, animaram mais ainda os participantes com músicas de raiz e forró regional.
O salão estava fechado para reforma do prédio, que foi locado pela prefeitura para abrigar os trabalhos de mais de 50 artesãos. O prédio ganhou nova pintura, todo o teto foi reposto, parte elétrica de qualidade, novas portas – incluindo as portas de vidro –, ar condicionado, móveis novos e revestimento no piso.
Agora, o salão funcionará de segunda a sábado, das 8h até as 11h da manhã, e no horário da tarde, das 13h às 17h.