Durante todo o dia da quinta-feira (27), aconteceu o minicurso sobre a importância da cunicultura para os aspectos econômico e culinário sob o trabalho dos produtores rurais do município. O minicurso foi promovido pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento em parceria com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), e aconteceu no campus da universidade, em Lagoa Seca.

As boas-vindas foram dadas pelos professores Alde Cleber e Luana de Fátima. O secretário de agricultura e abastecimento Moisés Júnior também saudou os presentes e ressaltou a importância do minicurso. Logo em seguida, a palestra de abertura “A importância socioeconômica da atividade cunícula” foi ministrada pela agropecuarista Juliana Oliveira.

Posteriormente, um café da manhã foi oferecido ao participantes. Os produtores ainda visitaram o setor cunícula da universidade, área de criação de coelhos. A segunda palestra da manhã foi conduzida pela profissional em agroindústria, Maria da Guia, cujo tema foi “Embutidos confeccionados a partir da carne de coelho, atividade alternativa visando fonte de renda.”

No minicurso, os participantes puderam conhecer o mercado da carne do coelho, bem como as alternativas que o animal pode gerar para a fonte de renda de muitos produtores rurais.

Os coelhos são animais de alta prolificidade, tendo de gestação de 30 dias em média e gerando por volta de oito filhotes por parto. Do animal, pode ser retirado a sua carne, peles, filhotes (animais de estimação), adubo orgânico entre outros. A carne do coelho apresenta um alto valor nutricional.

Até o fim da tarde, os produtores participaram da oficina prática na elaboração de embutidos a partir da carne de coelhos.