Depois das escolas públicas do município trabalharem com os alunos a Semana Literária, a Praça Severino Cabral, em Lagoa Seca, ficou lotada no último dia de apresentações, na sexta passada (26). Com o tema “Em um mundo imaginário onde os livros falam”, a proposta pedagógica era incentivar a leitura e a escrita.

O evento está dentro da Lei Municipal, de N°278/2018, promulgada pelo vereador Nelson Anacleto, que também esteve acompanhado a celebração literária. A lei é um regimento que “orienta as escolas públicas realizarem atividades para o fomento à prática da leitura e escrita”, segundo o vereador.

Para o encerramento da semana, 8 apresentações aconteceram em praça pública. Os gêneros da manhã foram as fábulas literárias, contos, crônicas, recitais, poemas, entre outros, que deixaram o público de olhos e ouvidos atentos.

De acordo com a secretaria de Educação, o projeto teve apoio de empresas do ramo literário, que estavam também presentes com exposições de livros a partir de 1 real.

Houve contação de histórias. A dupla “Dorinha Timóteo e Barroca”, contadores de histórias, vieram a convite da organização para estarem no encerramento. Direto do Maranhão, os artistas já se apresentam em todo o país e no exterior.