O prefeito Fábio Ramalho esteve acompanhado os trabalhos que envolveram a 2ª Marcha da Juventude Camponesa do Polo da Borborema, que aconteceu nesta quarta-feira (20) e teve, neste ano, como cidade sede Lagoa Seca.

Para que o evento tivesse êxito, a organização e o público contaram com o total apoio da Prefeitura de Lagoa Seca. Alguns dos suportes oferecidos como banheiros químicos, transportes para os moradores das zonas rurais e outras localidades, agentes de trânsito e uma segurança bem preparada fizeram parte do cardápio. A divulgação institucional pelas redes sociais da prefeitura e um carro de som também estiveram à disposição do evento.

Tudo isso aconteceu para reforçar a proposta da segunda edição da Marcha, que foi dar visibilidade ao trabalho e a contribuição da juventude na construção da agricultura familiar agroecológica da região e aprofundar com os jovens a reflexão sobre o tema das negritudes como enfrentamento ao racismo, intolerância religiosa e afirmação da identidade racial, entre outros assuntos, envoltos no dia em que se prega a luta pela consciência negra.

Mas o prefeito Fábio não esteve sozinho no local. Vereadores, secretários e professores das escolas da rede pública do município marcaram presença, como Irmão Damião, Machado de Assis, José Gomes e Isabel Vieira.

A programação esteve recheada de apresentações artísticas, relatos de experiências vividas por jovens negros contra o racismo, barracas com produtos produzidos e comercializados pelos jovens camponeses, e claro, o ponto auge, a caminhada pelas ruas da cidade.