A Prefeitura de Lagoa Seca adaptou o auditório da Unidade Básica de Saúde Inácia Leal para oferecer um suporte médico às pessoas que apresentarem sintomas graves da Covid-19 e que venham a necessitar de atendimento hospitalar.

Serão 6 leitos de enfermaria com cerca de 15 profissionais que estarão trabalhando diariamente no setor. A equipe soma enfermeiros, técnicos de enfermagem, médico plantonista além de outros funcionários do Hospital Municipal Ana Maria Coutinho Ramalho.

A Secretaria de Saúde explicou que o paciente que apresente quadro clínico grave será monitorado pela equipe médica até que ele consiga regulação e aguarde o deslocamento para as unidades de referência em Campina Grande, como a UPA do bairro Alto Branco, e Hospital Pedro I.

Desde quando surgiu a pandemia do novo coronavírus no país, o prefeito Fábio Ramalho tem adotado essas e outras medidas de prevenção, para que a doença não se instale de maneira avassaladora no município e o sistema de saúde não entre em colapso.

O local segue com as instalações bem avançadas e tem expectativa de que seja entregue oficialmente ainda esta semana. Enquanto isso, lavatórios estão sendo colocados à disposição dos lagoassequenses em alguns pontos da cidade e máscaras de tecido – confeccionadas por artesãs – também são entregues às pessoas, como forma de combate ao vírus.

               (Imagem: DECOM/PMLS)

(Imagem: DECOM/PMLS)