Como se não bastassem os dilemas enfrentados pelo governo municipal no combate ao novo coronavírus, a prefeitura lidou com mais um caso inesperado. Dessa vez, uma ação criminosa na comunidade Lagoa do Gravatá, zona rural de Lagoa Seca.

O fato que ocorreu na noite do último domingo deixou os moradores da localidade apavorados. Era por volta das 22h quando o dono da casa – que abriga a máquina escavadeira onde começou a ser feita a construção de um barreiro – acordou com o latido dos cachorros e percebeu uma movimetação estranha nas terras, mas por medo, segundo ele, permaneceu dentro da residência.

Só nesta terça-feira (26), depois que um funcionário da prefeitura chegou ao local para retomar os trabalhos, percebeu o arrombamento da caixa onde já não estavam as duas baterias. Outras peças, como fios e até parafusos foram subtraídos do maquinário, um prejuízo que passa do R$ 3 mil reais.

De imediato, o prefeito Fábio Ramalho foi acionado para tomar conhecimento do problema. O gestor logo autorizou a reposição das novas peças e garantiu que a escavação do barreiro continuará em breve.

“Lamento o ocorrido, pois sei que o dinheiro gasto neste momento serviria para os custos com o novo coronavírus. De todo modo, estamos dando apoio à família e continuamos, a todo vapor, a construção e recuperação de barreiros e barragens – nossa meta sempre foi ajudar os agricultores, e isso não vai nos intimidar.”

A Secretaria de Agricultura fez o BO na Delegacia Geral de Polícia Civil (Delegacia Online), apresentando a queixa. Policiais Militares estão fazendo buscas na região, na chance de encontrarem pistas ou suspeitos.

 

(Bandidos arrombam caixa de baterias de máquina escavadeira e furtam peças; Imagem: DECOM/PMLS)