Por meio de uma audiência pública, a Secretaria de Saúde de Lagoa Seca apresentou, nesta quinta-feira (20), na Câmara de Vereadores, tudo o que foi investido e produzido pelo governo municipal durante o 3º quadrimestre (setembro a dezembro) de 2019 e o 1º quadrimestre (janeiro a abril) de 2020 na área da saúde.

O relatório obedece à Lei Complementar 141/2012, da União, que estabelece os critérios de rateio dos recursos de transferências para a saúde e as normas de fiscalização, avaliação e controle das despesas com o seguimento.

Acompanharam a audiência coordenadores da Secretaria de Saúde e alguns vereadores da Câmara. O evento foi transmitido pelas redes sociais e não pôde reunir a população para acompanhá-lo, já que esse tipo ocasião é impedida pelas autoridades sanitárias devido à pandemia.

Segundo o balanço da Secretaria de Saúde acerca dos relatórios, houve uma queda expressiva nos números do primeiro quadrimestre deste ano se comparado aos últimos quatro meses de 2019. A resposta está no isolamento social e na baixa demanda encontrada nos setores de atendimento de saúde pública, cujos serviços são oferecidos pela prefeitura – como postos de saúde, exames de rotina entre tantos tantos.

Apesar disso, o governo municipal tem investido e dedicado maior parte de sua agenda de trabalho quando o assunto são as atividades de combate ao novo coronavírus, destocou o secretário de Saúde de Lagoa Seca, Iran Stênio Barbosa, na audiência de ontem.

No mês passado, Iran já havia usado a plenária da Casa de Napoleão Coutinho para dizer dos feitos da prefeitura frente à saúde dos lagoassequenses em época de pandemia. Na sessão ordinária que marcou sua apresentação, o secretário ainda citou que se a cidade tinha um índice grande de infectados pela Covid-19 a justificativa estava nos exames disponíveis à população suspeita, embora a campanha do isolamento social continue sendo um dos remédios mais valiosos na luta contra o imigo invisível.

Equipes da Secretaria de Saúde e vereadores em audiência pública na Câmara nesta quinta-feira (20); Imagem: Reprodução.