Educação realiza formação para docentes dos anos iniciais em Lagoa Seca

Seguindo o cronograma de atividades desta quinta-feira (23), a Secretaria de Educação realizou o I ciclo formativo para os professores do ensino fundamental, especificamente 1° e 2° ano, da rede municipal. O encontro aconteceu na escola Frei Manfredo e contou com a participação do secretário da pasta (Iran Barbosa) e da coordenadora pedagógica (Elayne Lima).

Com o tema “Planejando o ensino para heterogeneidade”, a formação teve o intuito de apresentar planos para melhorar as práticas educacionais, atendendo às diversas necessidades, habilidades e interesses dos estudantes dentro de uma sala de aula. A abordagem visa proporcionar um ambiente inclusivo onde todos os alunos possam aprender de maneira eficaz, alcançando seu pleno potencial.

O ciclo não foi promovido por acaso, ele está relacionado ao “Pacto Alfabetiza Mais Paraíba”, programa criado pelo Governo do Estado com o propósito de combater o analfabetismo, promovendo a inclusão por meio da alfabetização. Além disso, reconhecendo a importância da alfabetização no desenvolvimento pessoal e social dos discentes, o projeto visa oferecer um ensino personalizado conforme as necessidades de cada aluno, de maneira que todos consigam adquirir habilidades na leitura e escrita.

Seduc realiza encontro formativo e lança programa “Compromisso Nacional Criança Alfabetizada” em Lagoa Seca

A Secretaria de Educação de Lagoa Seca promoveu, na manhã desta quinta-feira (23), encontro formativo para os professores da educação infantil do município com o objetivo de iniciar às atividades referentes ao programa Compromisso Nacional Criança Alfabetizada, que traz como temática a “Docência na Educação Infantil: contextos e práticas”.
A reunião foi pautada a partir da apresentação do LEEI (Leitura e Escrita na Educação Infantil) que constitui-se como uma proposta de desenvolvimento profissional para oferecer formação continuada a profissionais da Educação Infantil, com foco na oralidade, leitura e escrita, dentro do Criança Alfabetizada.
De acordo com a coordenadora pedagógica da pasta, Elayne Lima, o projeto visa “explorar o direito de participação e autonomia das crianças, evidenciando seus desejos por meio da oralidade, registro escrito e desenhos ou atividades lúdicas, através desse planejamento e das ações cotidianas, os profissionais estarão estimulando o protagonismo dos alunos”, comentou.
O encontro contou com a presença do secretário de educação, Iran Barbosa, da coordenadora de educação infantil da Paraíba, Daniele de Souza, e das formadoras Eliane de Farias (regional), Tânia Queiroz (UFCG), Cristiane Costa e Vanusa da Silva (municipal).

SOBRE O PROGRAMA

O Compromisso Nacional Criança Alfabetizada é uma iniciativa do Ministério da Educação que prevê assegurar o direito da criança de ser alfabetizada na idade certa. Por meio da conjunção de esforços, tendo em vista a realidade local e o nível de escolaridade dos alunos da rede, a ação pretende alfabetizar 100% das crianças brasileiras até o final do 2° ano do Ensino Fundamental, além disso, também busca promover a recomposição de aprendizagens para os discentes que estão matriculados até o 5° ano e foram afetados, de alguma forma, pela pandemia da Covid-19.

Prefeitura de Lagoa Seca amplia campanha para alertar população sobre casos de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

A Prefeitura de Lagoa Seca continua executando ações ligadas à campanha Maio Laranja – mês de conscientização sobre os casos envolvendo abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. Para ampliar a discussão do tema no município, uma grande força-tarefa foi montada para este sábado (18).

Setores da Secretaria de Assistência Social foram às principais ruas e pontos estratégicos que reúnem inúmeras pessoas, na manhã de hoje, para chamar a atenção da população e pedir colaboração da sociedade em defesa dos mais vulneráveis. 

A ação cobriu setores de grade movimentação, como a feira do Mercado Público do Produtor Rural e Policlínica João Joaquim de Medeiros – onde acontecia o Dia D de imunização contra a gripe. 

Servidores entregaram panfletos os quais contêm sinais de como a violência sexual se manifesta e como denunciá-la aos órgãos responsáveis. Além disso, a equipe realizou pitstop em frente à prefeitura, área de maior circulação de veículos no Centro da cidade, segurando uma grande faixa com a mensagem “Isso é da nossa!”, e disque 100, em caso de denúncia. 

Para o verdadeiro batalhão deste sábado, membros da rede de proteção integral da criança e do adolescente de Lagoa Seca arregaçaram as mangas e, desde as 7h, caíram em campo para a missão. Participaram do ato o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), o Conselho Tutelar e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). 

Em 12 anos, segundo dados da Vigilância Socioassistencial, 134 casos de abuso e exploração sexual foram contabilizados e acompanhados pelo CREAS de Lagoa Seca. Só em 2024, o município tem 10 notificações dessa natureza (do início do ano até agora), duas a mais se comparadas ao mesmo período do ano passado. 

Até o final do mês, outras atividades serão desenvolvidas como forma de endossar o discurso da campanha e evitar o aumento de números preocupantes como esse. O CREAS informou, ainda, que está marcada para o dia 29 de maio a culminância do projeto “Isso é da nossa conta” edição 2024, criado em 2017 em Lagoa Seca. O último dia pretende premiar, assim como nos anos anteriores, a melhor redação de alunos dos anos finais de quatro escolas da rede municipal de ensino, bem como o melhor desenho da educação infantil. Toda programação vai ser lançada em breve nas redes de comunicação da prefeitura. 

Origem da campanha nacional

A criação do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes foi instituída pela Lei nº 9.970 em 17 de maio de 2000. A data é dedicada à memória de Araceli Cabrera Sánchez Crespo, uma menina de 8 anos que, em 18 de maio de 1973, no estado do Espírito Santo, foi sequestrada, vítima de diversas formas de violência e, posteriormente, morta por seus sequestradores. Seu corpo foi encontrado seis dias depois, e os responsáveis pelo crime não foram punidos até os dias atuais.

VEJA OS REGISTROS DESTE SÁBADO (18)

SEDUC lança programa nacional Criança Alfabetizada nesta segunda em Lagoa Seca

A Prefeitura de Lagoa Seca, através da Secretaria de Educação, promoveu, na tarde desta segunda-feira (25), o lançamento do programa Compromisso Nacional – Criança Alfabetizada. O evento aconteceu no Centro de Evento Marista e contou com a presença do secretário da pasta, Iran Barbosa, coordenadores, gestores e professores de toda rede de ensino municipal.

O programa, que é iniciativa do Ministério da Educação, tem como principal objetivo assegurar o direito da criança de ser alfabetizada na idade certa. Por meio da conjunção de esforços e o desenvolvimento do programa no município de Lagoa Seca, tendo em vista a realidade local e o nível de escolaridade dos alunos da rede, a ação pretende firmar um compromisso de que 100% das crianças estejam alfabetizadas ao final do 2º ano do ensino fundamental. Além da realização da recomposição das aprendizagens, para alunos matriculados nos 3º, 4º e 5º anos, afetados pela recente pandemia.

No nosso município, a coordenadora pedagógica Elayne Lima, é a articuladora do programa e, em conjunto com outros serviços do município como Busca Ativa e o Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado (CEMAE), irá orientar outros coordenadores que serão formadores de ações mensais com os professores do público alvo da ação, para um trabalho que gere frutos e garanta a educação para os nossos alunos. Dessa forma, a gestão reafirma o seu compromisso perante as crianças e pais de Lagoa Seca.

O secretário da pasta, Iran Barbosa, frisa a importância do esforço conjunto para que os alunos não alfabetizados do município, possam ter o seu direito garantido e exercer a sua dignidade de conhecimento. “Aqui em Lagoa Seca hoje, estamos fazendo o lançamento do projeto, à nível municipal, para orientar gestores e professores a utilizarem as plataformas e recursos e aplicarem corretamente esse programa dentro do município”, destaca ele.

JUNTOS CONTRA A DENGUE

A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Ambiental, continua realizando ações referentes à campanha de combate à dengue, com atividades lúdicas e educativas nas escolas do município, reforçando a importância de eliminar o mosquito transmissor e ensinando as crianças quais cuidados devem tomar e como podem ajudar a comunidade.

Nesta quinta (14), as palestras aconteceram na Escola Frei Manfredo e foram mediadas por Maurício da Silva, agente de Vigilância Ambiental. Nas próximas semanas a Vigilância fará ações em outras escolas, conforme cronograma estabelecido pelo setor.

A dengue é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti. A pessoa infectada pode apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, dores no corpo, náuseas, manchas vermelhas e sangramentos (nariz e gengivas). Após o surgimento de algum desses sintomas, é importante buscar atendimento médico na UBS ou Hospital mais próximo da sua casa, e não se automedicar, pois alguns remédios são contraindicados em caso de suspeita de dengue.

DECOM/ PMLS

JUNTOS CONTRA A DENGUE

A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Ambiental, realizou nesta quarta (06) ações referentes à campanha de combate à dengue, com atividades lúdicas e educativas nas escolas do município, reforçando a importância de eliminar o mosquito transmissor e ensinando as crianças quais cuidados devem tomar e como podem ajudar a comunidade.

Hoje as palestras aconteceram na Escola José Marques. As palestras da manhã foram mediadas por Thiago Araújo, coordenador de Vigilância Ambiental, e Fábio Oliveira, agente de Vigilância Ambiental. Já à tarde, Ronnyelly Muniz, agente de Vigilância Ambiental conduziu o momento. Nas próximas semanas a Vigilância fará ações em outras escolas, conforme cronograma estabelecido pelo setor.

A dengue é transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes aegypti. A pessoas infectada pode apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, dores no corpo, náuseas, manchas vermelhas e sangramentos (nariz e gengivas). Após o surgimento de algum desses sintomas, é importante buscar atendimento médico na UBS ou Hospital mais próximo da sua casa, e não se automedicar, pois alguns remédios são contraindicados em caso de suspeita de dengue.

DECOM/ PMLS

PLANEJAMENTO NA SEDUC

A Secretaria de Educação realizou, na manhã desta quarta-feira (6), reunião de planejamento com as coordenações da rede municipal de ensino. O momento contou com a presença do secretário da pasta, Iran Stênio, a diretora do departamento, Elisabeth Barros, e a coordenadora pedagógica, Elaine Lima.

Em pauta, o encontro teve o intuito de discutir e traçar ações para o lançamento do programa “Compromisso Nacional Criança Alfabetizada”, criado pelo Governo Federal com o objetivo de alfabetizar 100% das crianças brasileiras até o final do 2° ano do Ensino Fundamental e promover a recomposição de aprendizagens para aquelas que estão matrículadas até o 5° ano.

O projeto do Ministério da Educação (MEC) surgiu para melhorar os índices de alfabetização e ajudar os alunos que tiveram seu processo de aprendizagem afetado após pandemia da Covid-19. De acordo com a Seduc, a estratégia será lançada em Lagoa Seca a partir de 22 de março.

Além disso, a reunião também serviu para organizar as atividades da IV Semana Literária que, nesta edição, abordará o tema “Lagoa Seca: de Vila a Cidade”, a fim de incentivar todo âmbito escolar a resgatar as memórias e construir conhecimento sobre a história do município.

DECOM/PMLS

Seduc promove formação para gestores da rede de ensino de Lagoa Seca

Nesta quarta-feira (28), a Secretaria de Educação realizou uma reunião formativa para os gestores e coordenadores da rede municipal de ensino. O encontro aconteceu na Escola Frei Manfredo com o intuito de planejar e apresentar as ações pedagógicas que serão desenvolvidas por cada nicho durante o ano letivo.

Além disso, a equipe também discutiu sobre a IV Semana Literária que, nesta edição, abordará o tema “Lagoa Seca de Vila a Cidade”, a fim de incentivar todo âmbito escolar a construir conhecimento sobre a história do município, resgatando suas memórias e fortalecendo o sentimento de pertencimento na comunidade.

Na ocasião, estiveram presentes o secretário da pasta, Iran Stênio, a diretora de educação, Elisabeth Barros, a coordenadora pedagógica, Elaine Lima, gestores e colaboradores do setor.

Pular para o conteúdo