NESTA TERÇA-FEIRA: Lagoa Seca começa a vacinar contra Covid-19 crianças com comorbidades e deficiência dos 5 aos 11 anos

A partir desta terça-feira (18), o município de Lagoa Seca vai começar a vacinar contra a Covid-19 crianças com faixa etária dos 5 aos 11 anos. Os primeiros da fila serão os pequenos que têm comorbidades (doenças preexistentes) ou algum tipo de deficiência.

A aplicação da primeira dose será na Policlínica Manoel Jácome, no horário de atendimento das 13h às 17h. Não será preciso agendar, no entanto, os pais devem apresentar na hora o cartão do SUS ou CPF da criança, bem como um laudo médico que comprove sua condição clínica.

Caso os genitores não possam acompanhar a criança, um termo de responsabilidade deverá ser assinado pelos pais e apresentado pela pessoa que acompanhará o menor. O documento está disponível nas unidades de saúde de Lagoa Seca.

A Secretaria de Saúde recebeu incialmente, nesta segunda-feira, uma remessa com 160 doses da Pfizer destinadas a esse público infantil. A estimativa, só em Lagoa Seca, segundo a pasta, é que aproximadamente 3 mil crianças compareçam aos postos de vacinação para receber o antídoto contra o novo coronavírus.

Autoridades médicas alertam que crianças que tomaram recentemente a vacina de rotina devem aguardar duas semanas para se vacinarem contra a Covid-19. Casos de doenças grupais neste grupo também precisam esperar a recuperação para poder tomar a primeira dose.

3 meses após reativação, Centro cirúrgico do Hospital Municipal de Lagoa Seca já realizou quase 300 procedimentos

Com a reabertura do Centro Cirúrgico do Hospital Ana Maria Coutinho Ramalho, a população de Lagoa Seca passou a ter acesso a procedimentos cirúrgicos e exames delicados de forma gratuita na própria cidade.

Só nos últimos três meses, já foram feitos 269 procedimentos cirúrgicos como Histerectomia, Colecistectomia, Hérnias, Laqueadura, Vasectomia, Fimose, Colpoperineoplastia, Cisto de Ovários, Hemotroidectomia, Cisto Piloridal, Cistos, Nervus e Lipomas.

Os procedimentos são feitos nas segundas, quintas e sextas-feiras, e para realizar a marcação é necessário a avaliação do médico-cirurgião, Dr. Gilberto Cavalcanti, após encaminhamento da Unidade Básica de cada paciente.

Foram 8 anos e 5 meses de portas fechadas, e agora a população tem de volta um local apropriado para realizar pequenas e médias cirurgias.

Já que antigamente, para realizar qualquer procedimento desse tipo, pessoas tinham que se deslocar a outras cidades para conseguir uma consulta, fosse no setor público ou privado. Com a reabertura do Centro Cirúrgico, o atendimento já possibilita que pacientes realizem exames e procedimentos de forma imediata na sua cidade.

O Centro Cirúrgico ganhou reforma em toda sua estrutura, com adequação e instrumentos necessários para atender o lagoassequense, custando aproximadamente R$ 200 mil aos cofres públicos, além de uma equipe especializada e capacitada para realizar todos os procedimentos.

SINTONIZE: prefeito Fábio Ramalho participa de programas de rádio para falar sobre os 58 anos de Lagoa Seca

Nesta terça-feira (4), se comemora os 58 anos de emancipação política de Lagoa Seca, e para ocasião, o prefeito Fábio Ramalho foi convidado a participar de Programas de Rádio.

Hoje, segunda-feira, o gestor estará na Rádio Caturité FM 104.1, às 16h30, no Programa Caturité dos Municípios. E amanhã, terça-feira, estará na Correio FM 98.1, às 07h, no Programa Correio da Manhã.

Nas entrevistas, Fábio irá falar sobre o crescimento da cidade, sobre sua história e vai anunciar ações que irão beneficiar ainda mais Lagoa Seca.

Acompanhe!

Sem casos de Covid-19 há quase um mês, Lagoa Seca volta a registrar doença nesta quarta-feira

Há quase um mês Lagoa Seca recebia a informação de que a cidade não tinha mais casos ativos de Covid-19. Essa realidade, no entanto, passou a ser diferente nesta quarta-feira (29), quando a Secretaria de Saúde voltou a registrar a doença no município.

As informações confirmadas pela própria pasta dão conta de que o caso trata-se de um homem, de 41 anos, morador do Loteamento Ipuarana. Ele apresentou sintomas leves, como tosse, dores na garganta e gripe quando recorreu à secretaria para fazer o exame. Depois da confirmação, o paciente está cumprindo isolamento social em casa.

A Secretaria de Saúde informou que está estudando o caso, para tentar detectar se o homem contraiu o novo coronavírus no ambiente de trabalho ou em outras circunstâncias. Segundo relato do próprio paciente, ele já completou o esquema vacinal contra a covid, tendo tomado a terceira dose no dia 3 de setembro.

Ainda de acordo com boletim epidemiológico, que reúne os números atualizados da doença em Lagoa Seca, atualmente o município já coleciona mais de 2.600 infecções (quantidade relativa desde o início da pandemia) e 41 óbitos.

Autoridades sanitárias lembram que protocolos sanitários de prevenção, como uso de máscara, afastamento social e a higienização correta das mãos ainda são eficazes e devem ser mantidos como forma de diminuição de contaminação entre as pessoas.

AGORA: Fábio Ramalho anuncia pagamento de 1/3 de férias, aulas extras e gratificação de atividade especial para todos os professores de Lagoa Seca/PB

NOTA PÚBLICA
 
O Prefeito Municipal de Lagoa Seca, Fábio Ramalho da Silva, no uso das atribuições legais que lhe confere o artigo 46, inciso I da Lei Orgânica do Município e,
 
RECONHECENDO os imensos esforços dos profissionais do magistério público municipal no exercício de suas atividades laborais, durante a pandemia;
 
RECONHECENDO que, a realização das atividades docentes de forma online exigiu dos profissionais do magistério mais tempo para planejamento das atividades pedagógicas a serem desenvolvidas com os alunos;
 
RECONHECENDO que, devido à volta às aulas presenciais no mês de outubro do ano em curso muitos alunos não retornaram, sendo necessária a permanência das atividades docentes com estes alunos de forma online, duplicando o trabalho dos profissionais do magistério;
 
RECONHECENDO que a valorização profissional favorece o empenho dos servidores para o exercício de suas funções, implicando na qualidade dos serviços públicos, no caso, a educação oferecida aos alunos da rede municipal de ensino de Lagoa Seca.
 
 
RESOLVE:
 
Conceder o pagamento na folha de dezembro de 2021 das vantagens a seguir relacionadas, aos profissionais do magistério público municipal: professores, diretores escolares, assessores pedagógicos, orientador educacional e supervisores escolares que estão no exercício regular de suas atividades laborais nas creches e escolas da rede municipal de ensino, a título de RECONHECIMENTO pelos imensos esforços na realização das atividades desempenhadas, em decorrência da pandemia, no Ano Letivo de 2021.
 
 
1- Terço de férias relativo ao ano de 2021, totalizando R$ 275.493,44.
 
2- Complementação do Décimo Terceiro Salário, relativo às horas aulas extras trabalhadas durante o ano letivo de 2021, importando em R$ 127.728,51.
 
3- Concessão de uma gratificação, denominada, Gratificação de Atividade Especial – MAG, referente aos meses de novembro e dezembro do ano em curso, a título de pagamento pelas atividades extras realizadas nos respectivos meses pelos profissionais do magistério para finalizar o Ano Letivo de 2021, no valor R$ 1.493,58, para cada profissional, importando no valor de 406.253,76.
 
4- A Concessão das vantagens elencadas nos itens 1, 2 e 3 implacará no valor de R$ 809.475,71 (Oitocentos e nove mil, quatrocentos e setenta e cinco reais e setenta e um centavos) para os cofres públicos municipais
 
 
Lagoa Seca-PB, 29 de dezembro de 2021.

Fábio anuncia mais de R$ 9 milhões em investimentos para Lagoa Seca nos próximos 90 dias

Os investimentos por parte da prefeitura no que diz respeito ao crescimento do município de Lagoa Seca resultam num montante de mais de R$ 9 milhões. Esse valor caracteriza muito do que já vem sendo executado só neste ano pela gestão do prefeito Fábio Ramalho, mas também de outras obras que vão ser entregues nos próximos 90 dias.

A prefeitura contabiliza doze grandes trabalhos que, até serem concluídos totalmente, vão marcar o cenário da administração do prefeito Fábio. A maior parte da verba é oriunda dos cofres do governo somada a emendas de deputados e senadores, que acreditam no projeto político-administrativo do atual governo da cidade.

Setores da Infraestrutura, Educação e Saúde foram as que mais receberam aporte financeiro. No total, os valores mais altos estão no novo processo de pavimentação asfáltica, que custará R$ 2,4 milhões, previsto para começar em 2022, e na construção do novo Ginásio Santino Herculano de Lima (O Santinão), localizado no bairro Monte Alegre, sendo injetados R$ 1,1 milhão na obra.

Veja a relação de investimentos em Lagoa Seca até os próximos três meses

Infraestrutura

• R$ 2,4 milhões para pavimentações asfálticas;

• R$ 650 mil para pavimentações em paralelepípedos na zona urbana;

• RS 550 mil para pavimentações de ruas na comunidade Vila Florestal;

• R$ 550 mil para pavimentações de ruas na comunidade Chã do Marinho;

• R$ 250 mil para pavimentações de ladeiras na zona rural;

• R$ 550 mil para revitalização da “Barreira” do bairro Bela Vista.

Educação

• R$ 1,1 milhão para construção do ginásio Santino Herculano de Lima (O Santinão) da Escola Irmão Damião Clemente, no bairro Monte Alegre;

• R$ 350 mil para construção da quadra de esportes da comunidade Alvinho;

• R$ 550 mil para reforma e ampliação da José Marques, no bairro Bela Vista;

• R$ 800 mil para compra de caminhonete e van para Secretaria de Educação.

Saúde

• R$ 650 mil para construção da nova Policlínica Manoel Jácome;

• R$ 700 mil para compra de 11 veículos 0km para Secretaria de Saúde.

DIA DE CLÁSSICO: Leão do Morro e Ypuarana empatam na 5ª rodada do Campeonato Lagoassequense de Futebol

As chances não foram boas para as categorias aspirante e titular do Leão do Morro e Ypuarana nesta quinta rodada do Campeonato Lagoassequense de Futebol. Os jogos aconteceram neste domingo (5) com um resultado de 0 a 0 para as duas equipes.

No primeiro quadro, na categoria aspirante, o Ypuarana teve a chance de abrir o placar com a cobrança de um pênalti no primeiro tempo, mas o camisa 10 acaba chutando para fora e desperdiçando a chance.

O tradicional clássico foi marcado por muita emoção do começo ao fim, gerou grandes expectativas na torcida, e apesar do resultado sem gols, os dois times fizeram uma partida disputada.

Para as torcidas acompanharem a partida, protocolos de prevenção contra o coronavírus foram mantidos por equipes da prefeitura. O prefeito Fábio Ramalho e outras autoridades do município também marcaram presença na arquibancada.

Lagoa Seca zera casos ativos de Covid-19, mas número de pessoas não vacinadas ainda preocupa Saúde

Já se passaram um ano e oito meses desde o registro do primeiro caso confirmado de Covid-19, em Lagoa Seca. De lá para cá, a prefeitura tem atuado para frear o avanço da pandemia, que ainda não chegou ao fim. Apesar disso, a Secretaria de Saúde revelou que estão zerados os casos ativos da doença, ou seja, que por enquanto não há, no município, mais infectados em decorrência do novo coronavírus.

A informação foi divulgada nesta quarta-feira (1º) e consta no boletim epidemiológico que reúne os números da covid em Lagoa Seca. Esta é primeira vez que a cidade se encontra num cenário animador deste tipo. A boa notícia alegrou as autoridades de saúde locais, bem como toda gestão municipal, mas acendeu outro alerta: a conjuntura de pessoas não vacinadas sequer com a primeira dose ainda é preocupante.

Mais de 1.400 lagoassequenses ainda não compareceram às unidades de saúde para receber alguns dos imunizantes disponíveis, uma quantidade que representa 7,39% do total de pessoas maiores de 18 anos. A constatação é do próprio setor de imunização da Secretaria de Saúde, que tem trabalhado diariamente para acelerar o ritmo da campanha de vacinação.

Ainda de acordo com o boletim epidemiológico divulgado nas últimas 24h, Lagoa Seca tem mais de 2.600 notificações de contaminados – realidade equivalente desde o começo da pandemia. Por sua vez, os casos suspeitos quase não tiveram elevação entre ontem e hoje, se comparados ao último balanço publicado na sexta-feira passada; 11 pessoas podem estar doentes com a covid, que já matou 41 em Lagoa Seca.

Segundo o setor de imunização, dois fatores podem ser a resposta dessa ausência de não vacinados. O primeiro motivo é a migração daqueles que recorreram a cidades vizinhas em busca da vacina, a exemplo de Campina Grande. Muitas por trabalharem na Região da Borborema, acabaram optando pelo acesso mais ‘rápido’ na garantia da dose. Embora residam em Lagoa Seca, caminhoneiros que garantem o sustento viajando também contemplam a lista. O segundo fator está no negacionismo frente à vacina, somado ao medo e à propagação de notícias falsas cujo teor desestabilizam a Ciência.

A Secretaria de Saúde apontou ainda outra característica que não está ligada diretamente a não vacinados, embora é um dado que a pasta faz questão de considerar. O total de indivíduos adultos que servem de base para a estatística do governo pode não ser o atual, que é de 19.925 munícipes aptos a se vacinar. Esse montante – alicerçado no último censo demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – está provavelmente desatualizado, uma vez que o último Censo foi em 2010, e neste espaço de tempo a população aumentou.

Responsável pela imunização e logística da campanha, Irilene Barbosa elencou algumas estratégias adotadas para atrair pessoas a receberem suas doses de combate ao vírus Sars-CoV-2. “Temos feito, em parceria com os agentes comunitários de saúde, uma busca ativa, a fim de chegar a localidades que pouco entraram na fila da vacinação. Além disso, estamos dispondo a D1 (primeira dose) diariamente na Policlínica Manoel Jácome, sem mais necessidade de agendamento, como fazíamos no passado. Outra forma de melhorarmos essa situação é vacinando ainda mais nas unidades de saúde, evitando que pessoas venham até a zona urbana só para isso”, disse a profissional, adiantando mais um “Dia D” no próximo dia 11 de dezembro.

Até esta quarta-feira (1º), 18.819 cidadãos haviam arregaçado as mangas para se vacinarem com primeira dose. Esse quadro inclui as 475 doses do laboratório da Janssen – aplicadas uma única vez. Em números percentuais, isso quer dizer que 94,95% dos habitantes da cidade estão parcialmente imunizadas. Já os que completaram o esquema vacinal somam 15.457, ou 77,57%. Os “revacinados”, público com a terceira dose, totalizam 2.364, juntando homens e mulheres, o mesmo que 11,86% da grande massa local.

Há dois meses, o governo estadual sancionou a lei que institui o “passaporte da vacina” na Paraíba. A medida estabelece a exigência do comprovante de vacinação para entrar em estabelecimentos comerciais, como bares, restaurantes, shows, entre outros ambientes de lazer. De acordo com o texto da Lei nº 12.083, pessoas que recusarem a imunização também não poderão se inscrever em concurso ou prova para função pública, ser investido ou empossado em cargos na Administração Pública estadual direta e indireta.

Para Cristiane Cavalcanti, o esforço para barrar a doença foi e está sendo válido. Os exemplos são os mais variados, desde a testagem frequente até a estrutura no hospital municipal para atender casos leves da covid. “Apesar da amenizada que estamos tendo de infecções devido a covid, não podemos relaxar. O trabalho continua, prova disso são os testes sorológicos e RT-PCR, exames ofertados frequentemente. Além disso, nosso hospital teve um setor para atender casos leves, com profissionais capacitados e tudo aquilo que é de nosso alcance. Não posso esquecer dos raios X, na meta de diagnosticar problemas respiratórios e operar soluções para essa demanda. Quer dizer, um investimento alto para solucionar um dilema global, portanto, temos a alegria de dizer que muito foi feito até aqui”, pontuou a gestora.

...
Skip to content