Nova escola do bairro Bela Vista revela investimento de ponta na educação em Lagoa Seca

Quem conheceu a antiga estrutura física da Escola Municipal José Marques de Oliveira e a observa agora pode constatar o alto investimento desempenhado pelo governo municipal tocante à educação. Após um período de obra que resultou na reforma e ampliação do local, a nova escola do bairro Bela Vista está pronta e já é considerada, por muitos, modelo de unidade de ensino.

A Prefeitura de Lagoa Seca realizou na tarde deste sábado (17) um grande evento para entregar mais esse benefício – o qual promete garantir condições de bem-estar e aprendizagem de qualidade ao estudante lagoassequense.

A escola traz agora 610 m² de uma área totalmente planejada para atender aproximadamente 400 alunos do ensino fundamental, serviço que gerou aos cofres públicos da prefeitura o orçamento de R$ 540 mil. A pandemia de Covid-19 dificultou o andamento acelerado da obra, embora a gestão não deixou de concretizar um sonho antigo de moradores da região.

A José Marques de Oliveira conta com 8 salas de aula, Sala de Atendimento Educacional Especializado (AEE), sala de informática e de vídeo, lugar para auditório e refeitório, brinquedoteca, almoxarifado, sala dos professores, ampla cozinha, além de depósito para merenda e pontos de acessibilidade, a exemplo de corrimão e rampas.

Para equipar a nova unidade, a Prefeitura modernizou o ambiente com materiais inteiramente novos – desde a parte associada ao pedagógico, comprando mesas, carteiras, armários e lousas de vidros, incluindo a obtenção de equipamentos como geladeira, freezer e fogão.

A prefeita Dalva Lucena comentou sobre a solenidade que marca oficialmente sua primeira obra enquanto chefe do governo. “Herdamos essa obra da gestão anterior, comprometidos em entregá-la da melhor maneira ao corpo de funcionários e crianças que aqui estudam. Hoje é uma data significativa […] Quero dizer que, sim, vamos continuar trabalhando em prol de todos”, comprometeu-se.

Já o secretário municipal de Educação, Iran Stênio Barbosa, disse que os avanços na educação municipal são possíveis devido também à administração da prefeita Dalva Lucena. “Temos tido uma mudança na rede física, com a revitalização das unidades existentes, melhorando o que nos é possível. Isso tem sido possível graças à atenção dada pela nossa prefeita”, salientou.

Também discursaram a diretora da Escola José Marques de Oliveira, Jardilene do Nascimento, a professora Gilsiane Cantalice, seguidas de Laise Silva (mãe de alunos) e Kauane dos Santos, 10 anos, matriculada na quarta série.

Muitos parlamentares também compareceram, como o presidente da Câmara Municipal, vereador Fabiano Ramalho. Servidores da prefeitura e um público acompanharam de perto a festividade. Uma das atrações foi a apresentação da Banda Fanfarra Ypuarana.

Ao final do evento, autoridades dirigiram-se à entrada do colégio para cortar a fita simbólica. Após isso, foi a vez do descerramento da placa, arrancando do público uma forte salva de palmas. Um lanche foi servido aos presentes.

Como tudo começou

O início da Escola José Marques de Oliveira começou no ano 1991, funcionando meramente num salão comunitário na região conhecida como Barragem, atendendo nos três turnos. As primeiras professoras foram Graça Pereira, Fátima dos Santos e Evangelina Rodrigues. A procura de pais querendo matricular alunos foi tão grande, que solicitaram a ampliação do local. Edvardo Herculano, prefeito de Lagoa Seca naquele momento, optou pela construção da escola.

No ano seguinte, nasce o grupo escolar José Marques de Oliveira – homenagem dada a um funcionário público do município, conhecido na cidade. No próximo dia 27 deste mês o calendário marca 33 anos da morte de José Marques.

PMLS fará processo seletivo para preencher cargos de diretor e vice da rede municipal de ensino

A ocupação dos cargos de diretor e vice-diretor da rede municipal de ensino de Lagoa Seca será preenchida por meio de um processo seletivo. A medida foi anunciada no início desta semana.

O Projeto de Lei n° 018/2022, do Poder Executivo, estabelece que a prefeitura realize seleção para preencher ambos os cargos, buscando levar em consideração a capacidade técnica e administrativa dos diretores e seus vices. A exigência é do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), órgão do Ministério da Educação. Caso não seja obedecida, Lagoa Seca não receberá, em 2023, recursos do governo federal para custear despesas do sistema educacional do município.

Com uma comissão organizadora junta à banca examinadora, o processo seletivo vai estabelecer critérios, por meio de edital, a fim de selecionar os respetivos profissionais. Os atuais diretores e vice-diretores permanecem na função até que todo trâmite seja concluído.

Nesta terça-feira (13), a secretária de Administração do governo municipal, Aparecida dos Santos, foi à Câmara de Vereadores fazer a defesa oral e tirar eventuais dúvidas oriundas do projeto de lei, documento o qual foi apreciado e aprovado por unanimidade entre os parlamentares.

Sec. de Administração, Aparecida dos Santos apresenta lei em sessão da Câmara nesta terça (13); projeto passou por unanimidade na Casa

Aparecida apontou a necessidade de a prefeitura cumprir o processo seletivo e, em slides exibidos na plenária, mostrou o passo a passo de como será a implementação do mais novo mecanismo dentro da área educacional da cidade.

Pré-requisitos

  • Dispor de formação em licenciatura plena ou graduação em Pedagogia (nível superior) e/ou especialização;
  • Comprovar dois anos de experiência na função docente em qualquer sistema de ensino, público ou privado.

Quais os requisitos para ocupar a vaga de diretor e diretor-adjunto?

  • Possuir habilitação na área de Educação;
  • Ter disponibilidade para cumprir jornada de trabalho de 8 horas diárias, de acordo com o horário de funcionamento da unidade de ensino;
  • Ser pessoa idônea, sem antecedentes criminais, comprovada por meio de Certidão Cível e Criminal (no âmbito estadual e federal), Certidão de Débitos Relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União e do município;
  • Apresentar proposta de trabalho dentro da realidade social da localidade em que se situa a escola para a qual irá se inscrever;
  • Não ter incorrido em penalidade administrativa, no exercício da função pública, em sindicância ou Processo Administrativo Disciplinar (PAD) nos últimos 2 anos.

Como se darão as etapas?

  • Inscrição e apresentação de títulos;
  • Entrega do plano de gestão;
  • Entrevista e defesa do plano de gestão para um banca examinadora;
  • Formação inicial.

Acesse o projeto e confira, na íntegra, a lei que estabelece o preenchimento das vagas (diretor e vice) por meio de processo seletivo

Prefeitura executa serviços de melhorias em 10 escolas da rede municipal de Lagoa Seca

A rede municipal de ensino de Lagoa Seca continua a ganhar investimentos, a fim de melhorar tanto a formação de seus docentes quanto o atendimento educacional ofertado a estudantes. Nos últimos meses, por exemplo, a Secretaria de Educação avançou no projeto de revestimento nas estruturas físicas das escolas.

Segundo a Educação, 10 unidades receberam recentemente algum tipo de reparo. Todos os educandários da lista situam-se na zona rural da cidade: Escola Manoel Pereira (Lagoa do Gravatá), Escola Tertuliano José da Silva (Retiro), Escolas Antônio Porto Maria e Olímpio Rodrigues Coura (ambas em Manguape), Escola São Sebastião e Creche Irmão Damião (ambas na Vila Florestal), Escola Frei Dagoberto (Gravatá do Cumbe), Escola Zezito Ribeiro (Chã do Marinho), Escola Criança Feliz (Gruta Funda) e Escola José Benedito de Lima (Covão).

Para a prefeita Dalva Lucena, o trabalho de recuperação tocante à parte física da escola deve chegar em breve a outras regiões. “Essa demanda é grande e atinge as escolas de nosso município. Sabemos das dificuldades, especialmente nos tempos de chuva, mas contemplaremos todas, de maneira gradativa e responsável”, garantiu a chefe do executivo municipal.

As pequenas obras resumem um serviço que vai da pintura até o conserto de portas, troca de fiação elétrica, manutenção no telhado e instalação de novas janelas.

Por causa das fortes chuvas, alunos das Escolas Manoel Pereira, em Lagoa do Gravatá, e Antônio Demétrio Cassiano, no Quicé, tiveram de assistir remotamente as aulas no início do segundo semestre. A medida foi tomada diante do difícil acesso que os estudantes enfrentavam. Apesar disso, a situação das vias já foi amenizada e as aulas voltaram ao modo presencial.

Outra unidade que segue de maneira on-line é a Escola José André da Rocha, em Jenipapo. O local também vem passando por uma pequena reforma.

Garantir apoio, segurança e conforto a alunos e demais membros do corpo educacional de Lagoa Seca é dever nosso e buscamos fazer com competência e zelo por cada um”, disse o responsável pela Secretaria de Educação, Iran Stênio Barbosa.

No Dia do Trabalho, prefeita Dalva Lucena entrega ginásio de esportes na comunidade Alvinho em Lagoa Seca

A entrega do Ginásio Esportivo José Cavalcanti da Rocha (Zé Lucas) foi feita na manhã deste domingo, 1º de maio, Dia do Trabalho. O espaço pronto é, sem dúvidas, um sonho antigo da comunidade Alvinho, localizada na zona rural de Lagoa Seca.

O local começou a ser construído em meados de 2014 e é oriundo de investimentos iniciais do Governo Federal. Mas, por questões administrativas e burocráticas, acabou tendo o serviço paralisado. Só foi mesmo três anos depois, na primeira gestão do ex-prefeito Fábio Ramalho, que a empreitada voltou a ter encaminhamento, dessa vez com recursos próprios da prefeitura.
Para que o projeto fosse finalizado, Fábio investiu mais de R$ 230 mil.

Neste domingo, a população conheceu as instalações do ginásio, que tem uma área de aproximadamente 800 m2 e ficará sob comando da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer da cidade.

O local ganhou esse nome graças a um projeto de lei do atual presidente da Câmara de Vereadores, Fabiano Ramalho, que homenageou um conhecido e já falecido morador da região. O parlamentar foi uma das lideranças políticas presentes no evento. Também compuseram a lista a prefeita Dalva Lucena, o ex-prefeito Fábio Ramalho, o deputado federal Julian Lemos, o diretor de esportes Dannyllo Cabral, além de outras personalidades.

“Estamos muitos felizes por ver esse belíssimo trabalho concretizado. Lembro-me bem das idas e vindas de Fabio a Brasília, a fim de angariar possibilidades para que a nossa gestão pudesse terminar esse ginásio. Graças a Deus deu certo! Agora, pedimos que a população possa zelar e manter esse presente”, pediu Dalva.

O casal Ana Carolina da Silva e Josenilson Castro veio do Centro de Lagoa Seca só para acompanhar o evento de entrega do ginásio esportivo. Josenilson, montador de móveis, também aproveitou a ocasião para participar do torneio que foi montado pela prefeitura, na finalidade de inaugurar a quadra destinada ao esporte e lazer.

“Mesmo sendo domingo, dia de descansar, a gente quis vim ‘pra’ se fazer presente nesse momento importante. Não vemos a hora de ver pronta, também, a estrutura do ginásio do Monte Alegre”, anseia a dona de casa Ana.

A programação reuniu ainda um grupo de ciclistas e corredores, que saíram logo cedo da gruta Virgem dos Pobres, localizada às margens da BR-104, na missão de chegar até o Alvinho e prestigiar a solenidade. A acolhida da turma foi feita pela Secretaria de Assistência Social, pasta a qual montou pontos de apoio com distribuição de água e mesa de frutas.

Pelas mãos da prefeita Dalva, o adolescente Eldenis Guimarães Santos recebeu o certificado de formação no curso de Árbitro de Futebol – oferecido pela Secretaria de Assistência Social. A entrega simbólica marcou a capacitação ofertada numa carga horária de 40 horas.

A animação dos convidados foi feita pela banda Mega Love, embalando conhecidos sucessos de diversos gêneros musicais.

Confira alguns registros deste primeiro domingo de maio:

Prefeitura de Lagoa Seca abre Centro Multidisciplinar de Atendimento Educacional para alunos da rede municipal

Depois de muito planejamento, o Centro Multidisciplinar de Atendimento Educacional (CMAE) de Lagoa Seca vai ter sua inauguração nesta quarta-feira (23). Um sonho antigo da área educacional do município, que a atual Secretaria de Educação conseguiu colocar em prática.

O Centro é dedicado ao diagnóstico, tratamento e recuperação de alunos da rede municipal de ensino, que precisam de intervenção e atendimento especializado.

Nesse primeiro momento, o espaço irá atender até no máximo 200 alunos, podendo aumentar conforma a necessidade da demanda recebida nós primeiros meses de funcionamento. O CMAE será localizado na Rua Francisco Felix da Silva, n° 182, no bairro do Anacleto, e contará com uma equipe de profissionais especializados, são eles: assistente social, psicóloga, psicopedagoga, terapeuta ocupacional, mediador pedagógico, fonoaudióloga e neurologista.

Na abertura do ano legislativo, Fábio anuncia novas obras e ações em Lagoa Seca

Na noite desta terça-feira (22), o prefeito Fábio Ramalho participou da abertura do ano legislativo da Câmara de Vereadores de Lagoa Seca. O momento possibilitou que o gestor fizesse um balanço das ações de governo e anunciasse novos empenhos para o município.

Em um discurso de pouco mais de meia hora, Fábio começou suas palavras agradecendo ao parlamento municipal por sempre votar temas que são, segundo ele, de relevância à cidade. Entre as autoridades presentes na solenidade estiveram a vice-prefeita Dalva Lucena, secretários e coordenadores da prefeitura. A abertura do ano legislativo foi conduzida pelo presidente da Casa, vereador Fabiano Ramalho.

Em mais um início de período ordinário da Câmara, venho com alegria a esta Casa, pois foi aqui meus primeiros passos na vida pública. Por vezes, muitos podem até não entender como funciona o trabalho do Executivo, mas é aqui, neste local, a origem dos rumos, do crescimento esperado por Lagoa Seca”, afirmou o prefeito.

Em seguida, o mandatário recordou dos desafios encontrados por ele e sua equipe desde quando começou seu primeiro mandato, em 2017. De acordo com ele, muita coisa avançou e a cidade tem agora “nova cara”. Melhorias na saúde, como a ampliação e melhor atendimento no Hospital Geral Municipal Ana Maria Coutinho Ramalho, e a criação de políticas públicas na área da Assistência Social, a exemplo de programas como o Cheque Cidadão e o Mesa Farta, foram os destaques dados pelo gestor na tribuna.

Mas Fábio não ficou apenas na prestação de contas. O chefe do executivo municipal anunciou novas ações ao menos em três novas pastas do governo: Saúde, Agricultura e Infraestrutura.

Novas ambulâncias e mais uma unidade de saúde

Dentre as novidades trazidas pelo prefeito Fábio Ramalho durante a abertura do ano legislativo da Câmara, o político anunciou a aquisição de mais duas novas ambulâncias para comunidades da zona rural de Lagoa Seca: Vila Florestal e Floriano, especificamente. Ainda nessa pauta, a construção de uma grande unidade de saúde também compõe o pacote de presentes que a prefeitura dará à população.

Garantia de mais maquinários e valorização das associações rurais

Outro setor que ganhou destaque diante do que virá pela frente foi a área da agricultura, também valorizada pelo comando de Fábio. Segundo anunciou o prefeito, Lagoa Seca vai receber, em breve, mais uma máquina patrol e retroescavadeira, na finalidade de abranger demandas oriundas do homem do campo. Além disso, associações rurais vão ser beneficiadas com a contribuição de um salário mínimo, visando custear serviços gerados por elas. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento vai montar a parte logística do implemento, bem como seus critérios para futuros beneficiados. Outras informações vão ser divulgadas logo mais pela prefeitura.

Avanço de pavimentações na zona rural

A infraestrutura também marcou presença no pacote de obras que vão ser executadas pela prefeitura, só que nesse caso, na zona rural. As regiões da Chã do Marinho, Quicé e Vila Florestal foram ditas como aquelas que ganharão, mais uma vez, obra de pavimentação com paralelepípedos, seja em suas ruas ou ladeiras. Em março, uma ordem de serviço será assinada pelo prefeito, a fim de começar o processo que visa melhorar a mobilidade de pessoas e veículos nesses locais.

Nossa cidade pode ter certeza que, apesar das limitações enfrentadas por cada um de nós, com fé em Deus e muito trabalho, haja vista nossas viagens a Brasília/DF, angariando recursos, queremos valorizar o lagoassequense, ofertando dignidade e qualidade de vida, de modo que isso chegue a quem mais precisa”, finalizou o prefeito Fábio Ramalho.

Prefeitura de Lagoa Seca vai abrir Centro Multidisciplinar de Atendimento Educacional para alunos da rede municipal

Um sonho antigo tão esperado pela área educacional de Lagoa Seca vai se tornar realidade nos próximos meses. A Prefeitura de Lagoa Seca por meio da Secretaria de Educação está abrindo o Centro Multidisciplinar de Atendimento Educacional (CMAE) para diagnostico, tratamento e recuperação de alunos da rede municipal de ensino que necessitam de intervenção e atendimento especializado.

O Centro irá se dedicar a atender até no máximo 200 alunos, podendo ser ampliado o número de beneficiados, conforme a necessidade da demanda recebida nos primeiros meses. O CMAE terá uma equipe de profissionais especializados para atender os estudantes, são eles: assistente social, psicólogo, psicopedagogo, terapeuta ocupacional, mediador pedagógico, fonoaudiólogo e neurologista.

O espaço dedicado para o Centro Multidisciplinar já passa por reformas e adaptações, a previsão é que ele seja inaugurado nos próximos meses e já seja implantado durante esse ano letivo. Segundo o secretário de Educação, Iran Barbosa, a expectativa é grande para esse benefício. “O Centro vem atender uma necessidade grande da educação, principalmente depois de quase dois anos de pandemia, onde tem muitos alunos que sofreram com isso. Pois já existia a necessidade de alguns estudantes da rede de ensino, que apresentam comportamentos de transtornos e deficiências e que precisam de acompanhamento com essa equipe multidisciplinar. E esse Centro vai dar esse suporte e apoio para as crianças e adolescentes do nosso município que precisam de atendimento qualificado, ajudando a conviver com essas dificuldades”, enfatizou ele.

EDUCAÇÃO: escolas da rede municipal de Lagoa Seca voltam às aulas presenciais na segunda-feira

Com o ritmo acelerado da campanha de vacinação contra a Covid-19 em adultos e agora no público infantil, a Secretaria de Educação de Lagoa Seca decidiu oficialmente pelo retorno total do ensino presencial para o ano letivo de 2022. As aulas começam nesta segunda-feira (7) em todas as escolas da rede municipal, com exceção da Escola José Marques, que está em reforma, e as creches, com retorno marcado para o dia 14 deste mês.

O ambiente escolar vai adotar, de maneira intensa, todos os protocolos de segurança na finalidade de evitar o contágio com o novo coronavírus entre alunos e professores. O uso de máscara segue obrigatório, além do afastamento entre os estudantes. Na hora do intervalo, serão tomadas medidas de organização para distribuição do lanche.

Durante a sexta edição do Encontro Municipal de Educação, que chegou ao fim nesta sexta-feira, educadores, incluindo porteiros, merendeiras e demais funcionários participaram de orientações de como lidar com esse cenário ainda pandêmico.

“Se o estudante apresentar sintomas, a orientação é que a família não o traga para o colégio, entre em contato com a direção da escola para informar e procure orientação médica”, destacou o secretário de Educação, Iran Stênio, que falou ainda de parceria com a Secretaria de Saúde tocante aos cuidados sanitários.

Nesta sexta-feira, motoristas dos ônibus escolares, os amarelinhos, tiveram reunião marcada com a Secretaria de Educação e o Departamento de Transportes. O objetivo do encontro foi avaliar, no que diz respeito ao deslocamento de alunos, a melhor maneira de garantir a segurança e a saúde entre a classe estudantil.

Profissionais de educação estão praticamente 100% vacinados, inclusive com a dose de reforço, lembrou Iran. Agora, a corrida contra o tempo é imunizar o mais rápido possível crianças com faixa etária de 5 a 11 anos de idade. Atualmente, mais de 500 já receberam ao menos uma dose do imunizante, o que representa 18% do público total.

Situação diferente se comparada aos adolescentes, no entanto, vista como mais animadora pelas autoridades. Só em Lagoa Seca, cerca de 2.600 já receberam a primeira dose, o equivalente a 100% dos que tem de 12 a 17 anos. Deste índice, passa de 1.700 os que completaram o esquema vacinal – ou 73% desse grupo.

...
Skip to content