Educação divulga calendário de matrículas para 2022 e afirma que todas as escolas da rede municipal terão ensino 100% presencial em Lagoa Seca

A Secretaria Municipal de Lagoa Seca divulgou, nesta sexta-feira (7), o calendário de matrículas para o ano letivo de 2022. A outra novidade é que todas as aulas das escolas do município vão entrar no formato 100% presencial.

Segundo o responsável pela pasta, Iran Stênio Barbosa, as condições atuais vividas na pandemia de Covid-19 apontam um cenário mais animador para o retorno de crianças e adolescentes ao convívio escolar. Ou seja, professores imunizados e protocolos rigorosos de higienização já possibilitam esse novo ciclo no sistema educacional.

Iran também afirmou que o transporte estará mantido. Os “ônibus amarelinhos” vão seguir atendendo a classe estudantil e dentro das rotas estabelecidas e conhecidas por pais, responsáveis e alunos.

Vale lembrar que o governo federal anunciou nesta quarta-feira a inclusão de crianças de 5 a 11 anos no plano de operacionalização de vacinação contra a novo coronavírus. As primeiras doses de vacinas contra a doença destinadas a esse público deverão chegar ao Brasil no dia 13 de janeiro. Mais informações serão repassadas logo mais pela Secretaria de Saúde de Lagoa Seca e informadas nos canais de comunicação da prefeitura.

Calendário de matrículas da rede municipal de Lagoa Seca

O período de matrículas na rede municipal de Lagoa Seca será iniciado a partir do dia 17 deste mês – tanto para novatos quanto veteranos. As aulas presenciais, por sua vez, vão começar na segunda semana de fevereiro.

No caso dos veteranos, uma pré-matrícula já foi realizada no final do ano passado. A Secretaria de Educação informou que cada unidade escolar já tem o seu horário definido de matrícula e que isso foi comunicado aos pais e responsáveis, no intuito de não ocorrem aglomerações por causa da pandemia.

Pais ou responsáveis dos estudantes devem apresentar cópia do registro de nascimento, CPF, comprovante de residência, cartão do SUS atualizado, declaração e histórico da escola anterior (no caso de transferência), duas fotos 3X4 e o Número de Identificação Social (NIS). As vagas estão distribuídas nas 29 escolas e 3 creches, que integram o sistema de ensino na zona urbana e rural de Lagoa Seca.

Mais esclarecimentos podem ser obtidos, de segunda-feira a sexta-feira, no número para contato da Secretaria de Educação: 3366 – 2195.

Secretaria de Educação de Lagoa Seca em parceria com o Governo do Estado realiza avaliação em larga escala

A Secretaria de Educação irá iniciar na próxima quinta-feira (7), a aplicação da avaliação em Larga Escala, de forma presencial, em alunos do 1°, 2° e 5° ano.

A avaliação será feita no horário da manhã e da tarde em todas as escolas do município, de acordo com o horário de estudo de cada aluno, seguindo todos os protocolos de segurança contra a Covid-19.

A única escola que aplicará a avaliação amanhã (6) será a José Marques, devido a reforma em sua estrutura, sendo remanejada para a Escola Frei Manfredo.

A ação faz parte do Programa Integra Educação Paraíba do Governo do Estado que tem o objetivo de alfabetizar 100% crianças na idade certa, assim como corrigir o déficit de aprendizagem e a distorção idade/ano dos estudantes.

O Programa irá beneficiar aproximadamente 12 mil professores e 200 mil estudantes paraibanos, garantindo a melhoria nos indicadores da educação básica.

Educação propõe “Diversidade e Inclusão: por uma cultura de paz” para 4º bimestre da rede municipal de ensino

A Secretaria de Educação de Lagoa Seca iniciou nesta terça-feira (28) as atividades pedagógicas em torno do 4º bimestre da rede municipal de ensino. A etapa de mais um ciclo educacional traz dessa vez a temática “Diversidade e Inclusão: por uma cultura de paz” como eixo principal diante dos trabalhos que serão desenvolvidos por professores e alunos até o fim do ano.

Devido à pandemia, o momento foi apresentado por meio de uma transmissão ao vivo nas redes sociais da prefeitura. A professora e doutora em História, Auricélia Lopes, foi uma das personalidades mais aguardadas para o encontro pedagógico. A palestrante explicou, na sua opinião, como os conceitos de diversidade e inclusão estão interligados.

Só poderemos ter paz onde há inclusão e diversidade. Entender inclusão é mais do que reconhecer o lugar do outro, é reconhecer que o outro também habita em nós, na nossa existência, na nossa vida […] Compreender que diversidade traz esse ‘outro’ [pessoa], e esse ‘outro’ que vem da diversidade é o mesmo que mora em nós”, avaliou a docente.

Questionada como a rede educacional poderia atuar de forma mais prática, com ações exequíveis diante da proposta de inclusão social, Auricélia afirmou que basta buscar da alma o melhor caminho para aprender.

Hoje, no Brasil, a inclusão não é mais uma opção da escola, dos professores e da própria sociedade, é lei. Faltam ferramentas, falta formação nas licenciaturas. Meu conceito de inclusão é uma forma de sentir, pensar, ver, ouvir. E isso nem um curso nem uma formação continuada vai nos ensinar a aprender, porque isso desde sempre está na alma da gente”, disse.

Em seu discurso, o secretário de Educação Iran Stênio lembrou da recente Primeira Semana Municipal da Pessoa com Deficiência, evento organizado pela prefeitura, e da necessidade de adaptação dos seres humanos com a covid, uma vez que o sistema híbrido está prestes a ser adotado nas escolas da rede municipal.

Há poucos dias tivemos a Primeira Semana Municipal da Pessoa com Deficiência, afirmando o compromisso da gestão com a causa, que é de todos, de todas. Nós estamos prestes ao retorno híbrido nas nossas escolas e vamos encontrar essa grande diversidade [pessoas prontas para voltar, outras não]. Entretanto, sabemos que é fundamental nos adaptarmos à doença (covid), já que ela veio para ficar. Vamos seguir ao máximo todos os requisitos sanitários estabelecidos pelas autoridades de saúde”, comentou Iran.

Para o professor João Pereira Neto, o encontro pedagógico acertou em possibilitar a vinda da professora Auricélia Lopes para palestrar na abertura do 4º bimestre “Auricélia é uma grande teórica. Como aluno dela que já fui, a gente pôde ver esse olhar diferenciado para a inclusão, para a diversidade, buscando trabalhar as identidades de cada um, olhando para o indivíduo como indivíduo, e não como ‘massa’. Saber, entender e praticar a inclusão. Então é uma palestra numa hora oportuna. Além de refletir, é preciso colocar tudo isso em prática nas nossas salas de aula”, avaliou o também docente da disciplina de História.

Ele ainda endossou “A dignidade do outro vem sendo muito atingida, e nas escolas é onde se aprende a incluir, a respeitar as diferenças. E se a gente não constrói um ambiente onde as pessoas aprendam a respeitar a diferença desde pequeno [na infância], quando adulto isso será bem difícil.”

O evento ainda trouxe as participações da psicóloga Arilane Vasconcelos e do missionário Teto Fonseca. Nesta quarta-feira (29), segundo e último dia do encontro, coordenadores de cada área da Educação vão se reunir com seus professores, também remotamente, para tratar sobre as propostas e encaminhamentos de ensino voltadas ao 4º bimestre.

Prefeitura de Lagoa Seca vai realizar debates com jornalistas sobre inclusão social na mídia

No intuito de promover reflexões acerca da inclusão social e o papel que a mídia exerce trazendo conteúdos em diversas plataformas diante das histórias de pessoas com deficiência, a Prefeitura de Lagoa Seca realizará um ciclo de debates com jornalistas locais e de outras regiões do país para fomentar a discussão do tema e como trabalhá-lo da melhor maneira nos veículos de comunicação.

Por causa da pandemia, os debates vão acontecer remotamente e com transmissão ao vivo pelas redes sociais da prefeitura sempre aos sábados do mês e no mesmo horário, às 19h. A medição ficará por conta da assistente social e especialista no assunto Luciene Gouveia. A abertura das lives acontecerá neste sábado (4), com a participação dos jornalistas Márcio Rangel (PB) e Patrícia Almeida (DF).

O evento virtual vai de encontro ainda ao dia 21 deste mês: Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência, momento de sensibilização presente no calendário do Setembro Verde – cuja campanha reforça a importância da acessibilidade e da inclusão.

Confira a programação

11 de setembro – jornalista Yago Fernandes (PB) e a radialista e produtora cultural Selma Boiron (RJ);

18 de setembro – jornalista Marcos Vasconcelos (PB) e a comunicóloga Alana Thalita (PB)

25 de setembro – jornalistas Sandra Paula Amorim (PB) e Ednilsom Sacramento (Ba)

Fábio garante investimentos de mais de R$ 3 milhões incluindo pavimentação asfáltica e maquinário para serviços da agricultura em Lagoa Seca

Durante sua participação na abertura do período ordinário da Câmara Municipal para o segundo semestre deste ano, o prefeito Fábio Ramalho usou o púlpito para prestar contas das ações de governo e listar um verdadeiro compilado de novos investimentos e trabalhos que serão desenvolvidos logo mais em Lagoa Seca. A vice-prefeita Dalva Lucena também esteve presente no ato que aconteceu na noite desta quinta-feira, 22.

Entre as principais novidades anunciadas pelo gestor está o empenhamento de R$ 550 mil oriundo de emenda parlamentar do deputado federal Frei Anastácio (PT). A quantia será destinada para a compra de mais uma máquina PC – que ficará sob comando da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, ampliando serviços e acelerando demandas por parte do homem do campo. A pasta, segundo Fábio, também está incluída na outorga dada à prefeitura para a realização de processo licitatório de mais uma retroescavadeira, além da existência de recursos próprios em caixa mediante à aquisição de um novo trator somado a uma grade aradora.

O prefeito também informou que teve autorização da Caixa Econômica Federal para abertura de conta, na finalidade de assegurar o recebimento de R$ 2,5 milhões voltadas à obra de pavimentação asfáltica. O dinheiro é resultado da aliança política construída por Fábio, em Brasília, especialmente no gabinete do também deputado federal Julian Lemos (PSL).

Temos visto uma aceitação popular bem considerável, e isso nos motiva, nos enche de orgulho, pois sei que fazemos um governo diferente, olhando sempre para os que mais precisam”, comentou o chefe do executivo municipal durante sua fala na Câmara.

Para o segundo semestre de 2021, Fábio também se comprometeu a aumentar os projetos em prol da cidade. A chegada de novos dez veículos mais um forte serviço de piçarramento em três grandes estradas da zona rural (Lagoa de Roça a distrito de São Pedro, Campinote; sítio Alvinho ao Covão; e região da Rosa Branca à comunidade Mineiro) serão iniciativas executadas na agenda de governo nos próximos meses.

Mas não acabou por aí. A administração do gestor pretende ir mais além e reafirmar o que já foi prometido anteriormente pelo próprio político, como a construção do ginásio, no bairro Monte Alegre, e da nova sede da Policlínica Manoel Jácome; instalação de lâmpadas de lead na região do sítio Araticum até as mediações do Floriano, bem como as assinaturas de ordem de serviço que contemplam a construção da quadra esportiva, no Alvinho, e o levantamento de um teatro municipal.

Nós temos preparado Lagoa Seca para um futuro melhor, tenham certeza disso”, afirmou Fábio.

Ainda na Câmara, e de forma simbólica, foi entregue o cheque referente ao auxílio municipal emergencial. Três representantes das categorias dos pequenos comerciantes aptos a adquirir o dinheiro – como donos de bares e botecos, barbeiros e donas de salão de beleza – puderam oficializar o início do repasse do benefício e tirar uma foto oficial ao lado do prefeito. A primeira parcela de R$ 300 será entregue nesta sexta-feira, no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, pela Secretaria de Assistência Social. A pasta já divulgou a lista dos comerciantes que se encaixaram dentro dos critérios.

Pelo quinto ano consecutivo, frota de ônibus de Lagoa Seca é aprovada em vistoria no Detran

Os 16 ônibus escolares pertencentes à frota da Prefeitura de Lagoa foram aprovados em vistoria técnica na manhã deste sábado (29) no Departamento Estadual de Trânsito (Detran – PB). A inspeção tem como objetivo atestar a conservação dos veículos e todos os itens de segurança obrigatórios, como cintos de segurança, extintores de incêndio, situação dos pneus e comprovação do curso específico de condutor de transporte escolar pelo motorista responsável.

Pelo quinto ano consecutivo, os ônibus foram aprovados sem ressalvas, o que revela o compromisso da gestão municipal com a conservação dos transportes escolares – ainda que as aulas presenciais da rede municipal de ensino não estejam ocorrendo devido à pandemia.

O prefeito Fábio Ramalho, o coordenador do Departamento de Transportes, Tiago Basílio, juntamente com outros responsáveis pelo setor e motoristas estiveram no Detran acompanhando a revista da frota.

A inspeção anual dos ônibus para transporte escolar é determinada pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que estabelece a vistoria dos equipamentos obrigatórios e de segurança. O CTB  também determina que todo ônibus escolar deve estar registrado junto ao Detran.

Lagoa Seca assina termo de parceria com Instituto Alpagartas para implantar Programa de Educação pela Cultura

Incentivar e valorizar alunos e professores do sistema municipal de ensino, por meio de atividades culturais, proporcionando a compreensão dessas práticas, de forma pedagógica e interdisciplinar. Essa é a finalidade maior do termo de parceria assinado entre Lagoa Seca e o Instituto Alpargatas – braço social da empresa.

O prefeito Fábio Ramalho, o secretário de Educação Iran Stênio Barbosa, e o diretor executivo da Alpagartas, Berivaldo Araújo, comprometeram-se a executar na cidade o programa, que está em consonância com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – um plano de ação global estabelecido por lideranças globais, no ano de 2015, na ONU (Organização das Nações Unidas), para eliminar a pobreza extrema e a fome, oferecendo educação de qualidade além de proteger o planeta e promover sociedades pacíficas e inclusivas até 2030.

Com a assinatura do termo de parceria, novos projetos e ações pedagógicas serão desenvolvidas de forma conjunta em toda rede municipal de ensino ao longo deste ano. Em virtude da situação de calamidade pública decorrente da pandemia de Covid-19 – que provocou a suspensão das atividades escolares presenciais nas instituições de ensino –, as atividades dos programas serão adaptadas para serem realizadas remotamente.

Agora, tanto Lagoa Seca quanto o Instituto Alpagartas têm pela frente a missão de reconhecer e premiar as melhores práticas educacionais alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), nas categorias Aluno e Educador nota 10; Empreender ações de profissionalização de jovens, com foco em empreendedorismo e geração de emprego e renda, gerando inclusão e diversidade ampla; e engajar professores, gestores, estudantes de escolas públicas e seus familiares na construção de projetos pedagógicos que adotem como tema central a “Agenda de 2030” de desenvolvimento sustentável.

Ao lado de secretário de Educação (Iran Barbosa, à eq.), diretor-executivo da Alpagartas, Berivaldo Araújo, assina termo de parceria; Imagem: Reprodução

“Precisamos reconstruir laços de afeto”, diz Iran Stênio, secretário de Educação de Lagoa Seca, em formação pedagógica

Secretário de Educação de Lagoa Seca, Iran Stênio disse que é “preciso reconstruir laços de afeto, recomeçando a vida na unidade escolar”. A fala dele marcou a abertura do encontro pedagógico que aconteceu remotamente por causa da pandemia de Covid-19. O evento, ocorrido durante todo o dia desta terça-feira (27), teve como temática principal a relação família e escola, presente nas atividades do 2º bimestre da rede municipal de ensino.

Acredito na transformação que vem acontecendo em nossos educadores, pois este é um momento novo. Alguns conseguiram se adaptar, outros, ainda não. Mas isso faz parte do aprendizado. Tenho certeza do esforço e trabalho de toda rede educacional de Lagoa Seca, desde o auxiliar de serviços gerais até o setor administrativo, já que viver uma pandemia sem a rotina das salas de aula é desafiador”, destacou o secretário, elogiando também a dedicação dos profissionais da área em lidar com o cenário atual.

Para Arilane Vasconcelos, psicóloga e mestre em Educação, a junção entre família e escola vai além do que se pode imaginar. “Quando a família estabelece um elo com a escola, possibilita que as práticas pedagógicas tenham a dinâmica de explicar conteúdos, tomar decisões, compartilhar problemas, conflitos, dúvidas, ansiedades, expectativas e satisfações, levando em conta o respeito e a autonomia”, pontuou a palestrante.

Foto: ASCOM/PMLS

A tomada de consciência de que o processo do aprender não é fácil nem é simples, possibilita que sujeitos envolvidos em cada uma das instituições reconheça suas atribuições frente ao sujeito que da educação necessita, ou seja, o aluno”, comentou Arilane durante sua intervenção.

Logo após a apresentação da psicóloga, coordenadores da Secretaria de Educação reuniram-se através de uma plataforma on-line com os professores dos seguimentos educacionais, para tratar de questões e atividades alusivas à proposta do 2º bimestre. A mesma programação de manhã seguiu à tarde – para os profissionais deste turno.

Perdeu ou quer rever o evento de ontem? É só clicar:

...
Skip to content