A Secretaria de Assistência Social de Lagoa Seca realizou acolhida do Programa Criança Feliz

A Prefeitura Municipal de Lagoa Seca por meio da Secretaria de Assistência Social realizou nesta quinta-feira (21) a acolhida das famílias do Programa Criança Feliz. A ação aconteceu na Câmara de Vereadores. O objetivo do projeto é promover o desenvolvimento humano a partir do apoio e acompanhamento do desenvolvimento infantil integral na primeira infância.

Além do prefeito Fábio Ramalho, da secretária de Assistência Social, Cristiane Cavalcanti, do presidente da câmara, Paulinho Patriota, da coordenadora do projeto, Adriana Cavalcanti, da psicóloga do CRAS, Evaneide Correia e do coordenador do Bolsa Família Webelt Barros, cerca de 80 famílias participaram da ação.

“Esse é mais um programa do Governo Federal que a secretária de Assistência Social abraça, que está em vigor em outras cidades e outros municípios. O projeto contará com visitas semanais, quinzenais ou mensais na casa dos usuários, que partindo desse princípio contará com o acompanhamento contínuo da família. Buscando assim, verificar o desenvolvimento da criança, seja afetivo, psicológico ou físico”, explicou a secretária de Assistência Social, Cristiane Cavalcanti.

O programa que, em nível nacional, é coordenado pela Secretaria Nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano, do Ministério do Desenvolvimento Social, tem caráter intersetorial e busca apoiar as famílias, incentivando por meio de visitas e orientações com dicas de amamentação, nutrição infantil dentre outros estímulos, para que possam cuidar melhor de suas crianças.

Conforme o prefeito Fábio Ramalho, a implantação do programa é mais uma ferramenta para a buscar garantias futuras para as crianças de hoje. “Teremos um acompanhamento de extrema importância com as famílias do município, procurando melhorar a gestão e a participação dessas famílias. Esse programa precisa ser colocado em prática para que os pais estejam mais ligados com os seus filhos e para que a família possa ficar ainda mais unida, melhorando assim o desenvolvimento das crianças”, disse o gestor.

Nesta fase inicial serão 150 famílias atendidas: gestantes, crianças de até 3 anos ou até 6 anos portadoras do BPC (Benefício da Prestação Continuada). O programa Criança Feliz irá proporcionar um acompanhamento adequado para que essas crianças consigam se desenvolver com melhores condições de aprendizado possibilitando para elas novas perspectivas e gerando um desenvolvimento humano mais acelerado.

A ação ainda contou a apresentação de dança com as alunas do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e um coffee breack.