Lagoa Seca passa dos 100 casos confirmados de Covid-19

Mais 24 casos de coronavírus foram confirmados em Lagoa Seca nas últimas 24h. Com isso, a cidade registra, nesta sexta-feira, 103 pessoas infectadas. As informações foram divulgadas pela Secretaria Municipal de Saúde.

O número de suspeitos também foi parecido, o que deixa uma preocupação para as autoridades de saúde. Foram contados 23 novos suspeitos, totalizando 188 agora.

Os pacientes estão sendo acompanhados diariamente por uma equipe de vigilância epidemiológica.

A Secretaria de Saúde reforça que só o isolamento social pode frear a curva de contágios e mortos pela doença.

A pasta disponibiliza linhas telefônicas, caso haja interesse de alguém em sanar dúvidas ou relatos de que existam pessoas que chegaram na cidade oriundas de outros estados ou países. Seguem os contatos: 3366-1436/ 3366-1990/ (83) 99147-6156 (WhatsApp).

NOVO DECRETO: feriados são antecipados e comércio não essencial ficará fechado durante 5 dias em Lagoa Seca

O novo decreto do prefeito Fábio Ramalho vai antecipar os feriados e dias santos em Lagoa Seca, como medida de ampliar o isolamento social e combater a propagação do novo coronavírus.

Segundo o prefeito, a partir da próxima segunda-feira (1° junho) até sexta-feira (5), todo o comércio ficará fechado, funcionando apenas os serviços essenciais: supermercados, farmácias, padarias, postos de combustíveis, provedores de internet e distribuidores de água e gás de cozinha.

Os feriados de São João, São Pedro, Corpus Christi, Fundação da Paraíba e Padroeira da cidade serão trazidos para a semana que vem.

Ainda de acordo com Fábio, os estabelecimentos comerciais essenciais deverão ficar atentos aos horários restritos. Supermercados e padarias (das 7h às 13h), farmácias (das 7h às 18h) e postos de gasolina (abertos até as 20h). Bancos e unidades de loteria não funcionarão. Apesar disso, as coletas de lixo estão garantidas pela Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo.

Logo após a semana do fechamento geral, apenas os serviços essenciais vão voltar a atender normalmente, com exceção dos restaurantes e lanchonetes que seguem com o delivery ou retiradas no balcão. Os bares seguem proibidos de abrir as portas.

Além disso, a forte fiscalização composta por equipes da saúde, Polícia Militar e Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) aplicará multas, podendo até anular o alvará do comércio que não obedecer às medidas impostas pelas autoridades sanitárias, que exigem mecanismos de higienização para clientes e funcionários e pedem a não aglomerações de pessoas no interior da loja. Comércio de pequeno porte (multa diária R$ 500), postos de gasolina e supermercados (multa diária de R$ 5 mil) e farmácias e lojas de material de construção (multa diária de R$ 3 mil).

O prefeito comunicou que quinta e sexta desta semana os servidores efetivos da prefeitura estarão com seus salários na conta. Disse, ainda, que as atividades do Mercado Público e a feira tradicional deste sábado (30) estarão suspensas.

Fábio enalteceu o discurso ao lembrar que, tais ações mais ríspidas, servirão para combater a proliferação do aumento alarmante do número de casos da doença na cidade.

De acordo com último boletim epidemiológico apresentado pela Secretaria de Saúde, Lagoa Seca segue com 53 pessoas infectadas pela Covid-19 e mais de 100 casos suspeitos. Quatro pessoas já morreram por causa do novo coronavírus.

Novo decreto do prefeito Fábio Ramalho amplia isolamento social em Lagoa Seca

O prefeito Fábio Ramalho assinou o decreto 021/2020, nesta segunda-feira (18), prorrogando o isolamento social até o dia 31 de maio e ampliando as medidas restritivas vigorando em toda Lagoa Seca. 

O objetivo do novo decreto é conter o avanço do novo coronavírus na cidade, tendo em vista o aumento de casos diagnosticados.

Com o novo decreto, os estabelecimentos comerciais e empresas de transportes públicos serão multados em R$ 100 por cada pessoa que estiver em seu interior sem máscara. O acessório é obrigatório em todos os espaços públicos do município. Os recursos provenientes das multas aplicadas serão destinados às medidas de combate ao novo coronavírus. 

Fica determinado também que a frota de transporte intermunicipal será paralisada em todo o território municipal a partir desta quarta-feira (20).

Continuam suspensas, ainda, as atividades da Secretaria de Saúde referente à fisioterapia, odontologia e educação física. No entanto, os serviços de fisioterapia em domicílio continuarão funcionando normalmente. Já os serviços de odontologia, só em casos de urgência.

O atendimento ao público nas repartições públicas municipais seguem a mesma linha, isto é, sem atendimento. A regra não vale, portanto, para os serviços considerados essenciais/emergenciais, que prestam momentaneamente atendimento ao público.

Secretaria de Assistência Social de Lagoa Seca/PB lança campanha virtual para combate ao abuso sexual de crianças e adolescentes em tempo de quarentena

Devido ao isolamento social, medida adotada para minimizar os impactos da pandemia do novo CoronaVírus (COVID-19), a Secretaria de Assistência Social de Lagoa Seca/PB por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) lança campanha em alusão ao 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O intuito da campanha é alertar a sociedade a denunciar, caso alguém do seu convívio venha sofrendo com a violência. Durante a quarentena crianças e adolescentes ficam mais expostas a serem vítimas. Os canais de denúncia são: o Disque 123, Conselho Tutelar, Delegacia local, e em casos de flagrantes a polícia Militar (190) pode ser acionada.

Além da denúncia, é importante que a vítima sabia que não está só, e para isso o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) fará o acompanhamento para a superação da violência sofrida.

A campanha segue durante todo o mês de maio, com informativos acerca do tema.

 

Prefeito Fábio Ramalho segue decreto estadual e prorroga medidas de isolamento social até 18 de maio em Lagoa Seca

O prefeito Fábio Ramalho está seguindo, mais um vez, o decreto estadual e vai prorrogar, até o dia 18 de maio, as medidas de isolamento social na cidade em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Além do aumento do prazo para das restrições, o decreto torna obrigatório o uso de máscaras em espaços públicos e estabelecimentos comerciais e mantém suspensas as aulas presenciais nas escolas da rede pública e privada.

Com a manutenção das medidas necessárias para o cumprimento do isolamento social seguem com as atividades suspensas até 18 de maio: academias; igrejas; centros comerciais;  bares; restaurantes; shows; eventos com aglomerações; reuniões em espaços públicos ou privados; e lojas e estabelecimentos comerciais considerados não essenciais neste momento.

Por outro lado, os estabelecimentos com permissão para funcionar vão ter que cumprir todas as recomendações de prevenção e controle para o enfrentamento da Covid-19 estabelecidas pelas autoridades sanitárias. Entre as recomendações, está a obrigação de fornecer máscaras para todos os seus empregados, prestadores de serviço e colaboradores.

Os estabelecimentos autorizados a funcionar também vão ter que evitar a entrada e a permanência no interior das suas dependências de pessoas que não estejam usando máscaras de proteção facial, que poderão ser de fabricação artesanal ou caseira.

Prefeitura de Lagoa Seca segue decreto do governo do Estado e prorroga fechamento do comércio até 3 de maio

A Prefeitura de Lagoa Seca seguirá a ampliação do decreto do governo do Estado e vai prorrogar o fechamento do comércio, que iria até o próximo domingo (19), estendendo-se agora até o dia 3 de maio. A confirmação foi feita pelo prefeito Fábio Ramalho nesta terça-feira (14).

Fica mantido, portanto, o fechamento de academias, ginásios, centros esportivos públicos e privados, bares, centros e galerias comerciais, casas de festas e atividades comerciais não essenciais.

O texto do decreto deverá permanecer igual, modificando somente a data de validade, valendo inicialmente por pelo menos mais 15 dias. A medida contará a partir do dia 20, segunda-feira.

As aulas da rede municipal de ensino, incluindo creches, seguem suspensas até 30 de abril, devido à pandemia da Covid-19.

Secretaria de Assistência Social entrega cestas básicas nesta terça-feira

A Secretaria de Assistência Social entregou, na manhã desta terça-feira (7), cestas básicas em cinco lugares diferentes em Lagoa Seca. A ação acontece uma vez por semana e contempla famílias que estão em situação de vulnerabilidade.

Os pontos de entrega foram: Vila Florestal, São José, Monte Alegre, Bela Vista e Ruinha. A organização e a entrega das cestas foram feitas pelos funcionários da Assistência Social, acompanhados pela secretária Cristiane Cavalcanti. Aproximadamente 50 lares receberam os donativos.

Funcionários da Assistência Social de saída para a entrega das cestas básicas nesta terça, 7. Na ponta, do lado direito da imagem, a secretária Cristiane Cavalcanti acompanha os trabalhos. Reprodução. 

Devido à pandemia do novo coronavírus, muitos lagoassequenses não podem sair de casa para trabalhar ou estão foram do mercado há bastante tempo. A ajuda em meio à crise faz parte de medidas adotadas pelo prefeito Fábio Ramalho, com objetivo de garantir o alimento às famílias carentes do município.

Moradora recebendo cesta básica nesta terça-feira, 7. Reprodução.

Nesta quarta-feira (8), será feita a doação mensal do Cheque Cidadão – programa municipal criado pelo prefeito, que propõe o desenvolvimento da cidadania e a inclusão social da família em situação de pobreza, para a garantia mínima de segurança alimentar e nutricional. A entrega do cheque será feita no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), instalado no bairro São José, e acontecerá em dois turnos. Pela manhã, a partir das 7h, será destinado a quem mora na zona rural. O turno da tarde, por sua vez, atenderá o morador da zona urbana. O local foi pensado estrategicamente porque se trata de um ambiente grande e arejado, evitando assim aglomeração de pessoas.

Funcionamento do CadÚnico

O setor do CadÚnico/Bolsa Família está atendendo excepcionalmente das 8h às 12h. O órgão apenas está entregando o Número de Identificação Social (NIS) e esclarecendo dúvidas sobre o auxílio emergencial de R$ 600 reais do governo federal, que serve para atender pessoas sem carteira assinada e renda fixa, que são afetadas pelas medidas de isolamento social e quarentena adotadas pelo governo para tentar conter a disseminação do coronavírus.

Junta de Serviço Militar sem expediente

A Junta de Serviço Militar instalada em Lagoa Seca está sem expediente. Serviços como retiradas de documentos estão momentaneamente suspensos. A previsão é que o setor fique fechado até o fim do mês.

Secretaria de Assistência Social antecipa doação do Cheque Cidadão e entrega cestas básicas às famílias carentes de Lagoa Seca

A Secretaria de Assistência Social vai antecipar para quarta-feira, 8, a entrega do Cheque Cidadão referente a abril. Costumeiramente a doação é feita na segunda quinzena de cada mês, mas devido aos problemas oriundos da pandemia da Covid-19, a pasta quer garantir o alimento na mesa das cem famílias inseridas no programa social criado pelo prefeito Fábio Ramalho.

A entrega do cheque para este mês será feita no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), instalado no bairro São José, e acontecerá em dois turnos. Pela manhã, a partir das 7h, será destinado a quem mora na zona rural. O turno da tarde, por sua vez, atenderá o morador da zona urbana. O local foi pensado estrategicamente porque se trata de um ambiente grande e arejado, evitando assim aglomeração de pessoas.

Outra ação que ganha destaque são as doações de cestas básicas que a Secretaria de Assistência Social vem fazendo no município. Semanalmente, mais de trinta famílias em situação de vulnerabilidade estão recebendo ajuda em tempos difíceis de coronavírus, como conta Cristiane Cavalcanti, gestora da secretaria.

Um trabalho que tem beneficiado muitas pessoas as quais, inclusive, estão desempregadas e não podem sair de casa para conseguir emprego devido ao isolamento social.”

Os atendimentos ao público no prédio da Secretaria de Assistência Social não estão acontecendo por causa das recomendações das autoridades sanitárias, que pedem para evitar reunir grandes números de pessoas em um determinado local. Por outro lado, funcionários seguem auxiliando com visitas às famílias carentes que são acompanhadas pela pasta.