A Secretaria de Assistência Social começará nesta terça-feira (20) a cadastrar famílias de Lagoa Seca para receber os alimentos prontos, mais conhecido popularmente como “sopão”. O projeto foi anunciado semana passada pelo prefeito Fábio Ramalho em uma entrevista concedida ao Blog do Márcio Rangel.

De início, regiões da Vila Florestal e Vila Ipuarana serão as primeiras beneficiadas desta semana. A expectativa, segundo a Secretaria de Assistência Social, é que aproximadamente 350 famílias juntando ambos setores recebam os alimentos prontos neste primeiro calendário do projeto.

Será preciso que o representante da família apresente como documentação RG, CPF, comprovante de residência e o Número de Identificação Social (NIS). Sobre a quantidade de litros de sopa para cada lar, a secretaria disse que isso dependerá da composição de integrantes da residência. O horário de cadastramento será das 8h às 13h.

Cada família vai ganhar o seu próprio recipiente, o que facilita o controle na hora de distruibuição dos alimentos. A entrega acontece no dia 4 de maio, às 16h, na própria comunidade, e será pelo menos uma vez por semana.

Lista de comunidades e locais de cadastro desta semana

•Terça-feira (20/04) e quinta-feira (22/04): Escola São Sebastião, Vila Florestal;

•Sexta-feira (23/04): Vila Ipuarana, cadastro será feito na área externa de cada residência.

Para a próxima semana, Chã do Marinho e Vila Esperança são as comunidades da vez. Mas a prefeitura divulgará ainda, em suas redes sociais, o local e horário de recebimento dos alimentos prontos.

Programa Mesa Farta

O programa municipal Mesa Farta tem a missão de combater a subnutrição e a fome, oferecendo uma alimentação de qualidade, no intuito de proporcionar melhores condições de vida e saúde para a sociedade que será atendida.

Devido ao elevado número de moradores que encontram-se em situação de vulnerabilidade social, maioria formada por famílias de baixa renda, o projeto Mesa Farta pretende amenizar as condições difíceis vividas pelos lagoassequenses em tempos de pandemia de covid-19.

...
Skip to content