Prefeitura libera pagamento para todos os servidores nesta sexta

O prefeito Fábio Ramalho da Silva confirmou na tarde desta sexta feira (28) a liberação do pagamento das folhas de todos os servidores municipais referentes ao mês de julho.
A quitação dos débitos mensais também vai atender às demandas dos aposentados e pensionistas do IPSER que já receberam seus vencimentos.
O pagamento dos servidores tem sido uma prioridade da atual gestão do município de Lagoa Seca, de acordo com o prefeito Fábio, mensalmente, as secretarias de Finanças e Administração tem se empenhado para programar as liberações das demandas, mesmo com os recursos federais sendo repassados de forma irregular. “Confesso que cada dia tem ficado mais difícil conseguir para os servidores de Lagoa Seca dentro do mês trabalhado. Os repasses do FPM estão caindo assustadoramente e além de tudo estão chegando com mais de 30 dias de atraso. Pra se ter uma ideia, a semana passada é que recebemos parte dos recursos do Programa Saúde da Família referente a junho ainda. A crise nacional tem afetado diretamente as prefeituras, principalmente as pequenas”, comentou o gestor.
Mesmo assim, enfrentando as dificuldades e escassez de recursos, a prefeitura conseguiu mais uma vez quitar todos os débitos com os trabalhadores antes do final do mês.

Ginásio de esportes é interditado e Fábio Ramalho autoriza início de trabalho de engenheiros para reforma

Portões enferrujados e caídos, fiação elétrica totalmente exposta elevando risco de choque elétrico, banheiros sem condições de uso, iluminação precária, telhado com inúmeras goteiras, muros caindo e estrutura necessitando de reparos urgentes. Assim a atual gestão recebeu o Ginásio Municipal O Santinão.

Ciente dos riscos para as pessoas a prefeitura de Lagoa Seca, através da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, resolveu fazer nesta a interdição total da estrutura e o prefeito Fábio Ramalho já autorizou os trabalhos de uma equipe de engenharia para realizar os levantamentos necessários para o início da reforma completa do local.

“A situação que encontramos o ginásio é vergonhosa. Nenhum equipamento público destinado a prática esportiva foi deixado funcionando, mas no caso do Santinão, a situação é ainda mais preocupante, porque o local fica ao lado da maior escola do nosso município” comentou o secretário de Cultura, Márcio Rangel.

Apesar das péssimas condições em que a atual gestão encontrou o equipamento público, o município não deixou de investir e desenvolver atividades esportivas. Em seis meses de gestão, já foi dado início as aulas da escolinha de futebol com o projeto “Lagoa Seca em Campo”, realizado um torneio solidário, apoio aos atletas de artes marciais lutadores de jiu-jitsu e dado início a organização do Campeonato Lagossequense de Futebol, além da implantação de melhorias em diversos campos de pelada na zona rural.

Conforme o prefeito Fábio Ramalho, as dificuldades financeiras encontradas ainda não permitiram a realização da reforma. “Temos lutado desde o primeiro dia de gestão para cuidar e oferecer dias melhores as pessoas. Demos prioridade a saúde, pois como todos sabem o hospital e as unidades de saúde não tinham um só comprimido para dar aos pacientes. Cuidamos do abastecimento, das reformas nas escolas, da iluminação pública, da limpeza do município e de outras ações emergentes. Estamos cientes da necessidade de reforma e faremos assim que a situação financeira permitir, como já fizemos tantas outas ações. Mas neste momento, a melhor medida é de fato interditar para evitar que ao trágico aconteça”, declarou o gestor.

   

Prefeitura de Lagoa Seca/PB libera pagamento de junho para todos os servidores

O prefeito Fábio Ramalho da Silva confirmou na manhã desta sexta feira (30) a liberação do pagamento das folhas de todos os servidores municipais.
A quitação dos débitos mensais foi iniciada ainda na quinta-feira, quando os aposentados e pensionistas do IPSER receberam seus vencimentos.
O pagamento dos servidores tem sido uma prioridade da atual gestão do município de Lagoa Seca, de acordo com o prefeito Fábio, mensalmente, as secretarias de Finanças e Administração tem se empenhado para programar as liberações das demandas, mesmo com os recursos federais sendo repassados de forma irregular. “Pra se ter uma ideia, as demandas da Saúde, por exemplo, não estão sendo repassadas de forma regular pelo Governo Federal, isso tem nos afetado diretamente e exigido um planejamento ainda maior. Confesso que não tem sido fácil, mas nosso compromisso de pagar em dia os trabalhadores continuará sendo mantido” comentou o gestor.

Mesmo com queda de R$ 400 mil nos recursos do FUNDEB, Prefeitura de Lagoa Seca paga salários a todos os servidores nesta terça (30)

A prefeitura de Lagoa Seca quita, nesta terça-feira (30), todas as folhas de pagamento dos servidores ativos e inativos do município.
A boa notícia veio das Secretarias de Administração e Finanças e foi confirmada pelo prefeito Fábio Ramalho que comemorou o feito. “Confesso que não tem sido fácil administrar as contas da prefeitura com tantos desafios a vencer, no entanto, nosso planejamento tem dado certo. Mais uma vez, estamos cumprindo nossa promessa, pagando todos os salários dentro do mês trabalhado” frisou.
O prefeito destacou ainda que o desafio de conseguir pagar os salários em dia tem sido maior porque os repasses do FUNDEB continuam caindo. “Se compararmos com os recursos que entraram nos cofres da prefeitura em 2016, este ano, perdemos mais de R$ 400 mil. No ano passado, mesmo com dinheiro sobrando, os servidores não recebiam em dia e até colocavam carros de som na rua para cobrar os vencimentos. Graças ao trabalho de planejamento de nossa gestão, este tempo acabou” completou Fábio Ramalho.
O crédito nas contas já foi autorizado e até o final da tarde desta terça, os trabalhadores já poderão sacar seus vencimentos no Banco do Brasil, que em Lagoa Seca, ainda funciona de forma parcial e deficitária, já que a agência foi explodida no início do ano e os atendimentos estão limitados.

Prefeitura reúne professores para esclarecer boatos sobre os ajustes do PCCR da categoria

Respeitando o cidadão, o servidor e o dinheiro público, prezando pela transparência administrativa e incentivando a participação de todos na gestão, a Prefeitura de Lagoa Seca realizou na manhã desta terça-feira (09), no auditório do Convento Ipuarana, uma reunião com os professores do município para esclarecer dúvidas sobre os ajustes aprovados para o Plano de Cargos Carreiras e Remuneração (PCCR) dos professores da rede municipal de ensino. Cerca de 200 pessoas participaram da reunião, dentre professores da rede e diretores de escolas.

Além dos professores e gestores de educandários, participaram da reunião o prefeito de Lagoa Seca, Fábio Ramalho, o secretário municipal de educação, José Valter Costa, a secretária de administração, Aparecida Santos, vereadores do município e coordenadores de ensino.

Conforme o secretário de educação de Lagoa Seca, muita polêmica se criou em torno dos ajustes feitos aos PCCR, mas tudo por conta de interpretações erradas. “Não foi retirado nenhum direito dos professores e isso precisa ser esclarecido de uma vez por todas. Interpretações erradas estavam gerando grande polêmica, mas com esse encontro esperamos que as dúvidas tenham sido extintas”, declarou José Valter Costa.

 A secretária de administração, Aparecida Santos, lembrou que a gestão sempre zelou pela transparência e diálogo para fazer os ajustes ao PCCR. “O processo de negociação com a categoria começou em fevereiro, respeitamos o tempo que nos feito solicitado para estudo das propostas que apresentamos. Nada foi feito às escondidas, foram vários encontros e ainda assim a gestão foi acusada de não dialogar com a categoria, então novamente convocamos os professores, desta vez para esclarecer o que já foi aprovado, e pôr fim aos boatos e interpretações erradas sobre o PCCR da educação”, frisou a chefe da pasta.

O prefeito de Lagoa Seca, Fábio Ramalho, destacou o compromisso da gestão com o dinheiro público e explicou a necessidade do ajuste ao PCCR. “O ajuste realizado, além de ser uma exigência nacional, precisava ser feito para adequar a realidade atual do município. O nosso respeito com o dinheiro público é primordial, se o ajuste não fosse feito agora, num futuro não muito distante, teríamos problemas para honrar compromissos e para fazer investimentos na cidade nas mais diversas áreas. Estamos planejando o futuro e isso é fazer gestão. Em tão pouco tempo à frente da prefeitura já fizemos muitas coisas, apesar das inúmeras dificuldades encontradas e, isso só tem sido possível por conta do planejamento”, enfatizou o chefe do executivo municipal.

Fábio Ramalho ainda lembrou que a categoria recebeu reajuste, mesmo diante das dificuldades financeiras em que se encontra o município. “Os números não mentem. Os recursos do FUNDEB não estão sendo suficientes, mas mesmo assim concedemos reajuste salarial aos professores e, no momento que a situação financeira do município melhorar, iremos sim conceder mais benefícios. Os ajustes realizados ao PCCR consideram a realidade deste momento, se tudo melhorar voltaremos a discutir o PCCR, pois ele deve considerar a realidade financeira do município”, destacou o prefeito.

Antes da aprovação do novo plano, a prefeitura realizou duas grandes reuniões com a categoria, sendo a primeira no dia 06 de março no convento Ipuarana que, contou com a participação de cerca de 250 profissionais da área. A segunda reunião ocorreu no dia 22 de março na sala de reuniões do posto de saúde Inácia Leal, onde em seguida foi formada a comissão que revisou o PCCR, além disso, realizou também outros encontros entre o prefeito e os coordenadores da comissão formada pelos servidores. A própria comissão, chegou a cancelar formalmente uma Audiência Pública que foi solicitada na Câmara Municipal, para discutir os ajustes propostos pelo Poder Executivo do município.

Após a aprovação, realizada no dia 25 de abril do corrente ano, já foram realizadas duas reuniões com a categoria. A primeira, ocorreu na Câmara de Vereadores no último dia 03 de maio com os gestores das escolas e outra, realizada hoje com os professores da rede.

Servidores da Saúde aprovam ajustes do PCCR da categoria proposta pela prefeitura

Zelando sempre pela transparência, diálogo e participação popular na gestão municipal, a Prefeitura de Lagoa Seca, através da Secretaria de Administração e da Secretaria de Saúde, realizou na manhã desta quarta-feira (19) mais uma reunião com servidores da saúde, que integram a comissão formada pelo sindicato que representa a categoria. O objetivo do encontro, que aconteceu na sede do Posto de Saúde Inácia Leal, foi discutir os ajustes propostos pela categoria na reformulação do Plano de Cargos Carreira e Remuneração (PCCR) da saúde.

O primeiro encontro com os servidores da saúde foi realizado no dia 27 de março, onde a Prefeitura apresentou a categoria a proposta inicial de reformulação do PCCR. Na ocasião, cerca de 30 servidores e representantes do sindicato estiveram presentes e formaram uma comissão para analisar a proposta do poder executivo.

Neste novo encontro, cerca de 70 servidores da pasta participaram, além do secretário de saúde do município, Iran Stênio, a secretária de administração de Lagoa Seca, Aparecida Santos e representantes da câmara municipal.

Durante a reunião, foram discutidos poucos pontos, feitos os ajustes e as alterações aprovadas pelos presentes após diálogo. O novo PCCR da saúde deverá ser encaminhado para aprovação na Câmara Municipal até o final do mês de maio.

A secretária de administração, Aparecida Santos, comentou a aprovação do PCCR por parte da categoria: “O diálogo que estabelecemos desde o primeiro momento facilitou muito as negociações. Explicamos e mostramos as necessidades das mudanças e, junto a eles, conseguimos fazer as alterações necessárias, sem retirar nenhum direito deles”.

O secretário de saúde do município, Iran Stênio, destacou a transparência do processo. “O diálogo e a transparência na gestão é uma das exigências do prefeito Fábio Ramalho e, assim fizemos durante as negociações para formular o novo PCCR da saúde, que foi aprovado pela categoria. Conversamos muito, sem brigas e confusões ouvimos a todos e fizemos todos os ajustes, considerando sempre o que foi colocado pela categoria”, destacou o chefe da pasta.

Vila Florestal recebe plenária popular com Fábio e Dalva na próxima segunda-feira

O prefeito da cidade de Lagoa Seca, Fabio Ramalho da Silva e sua vice, Dalva Lucena, realizarão na próxima segunda-feira, dia 27 de março, na comunidade Vila Florestal, a segunda plenária da ação que recebe o nome de “Prefeitura do Povo”.

O objetivo dos gestores é ouvir a comunidade, para que assim, possam definir as prioridades administrativas da gestão para aquela localidade.

Na ação “Prefeitura do Povo” os moradores da localidade visitada, podem apresentar suas demandas diretamente ao Prefeito e sua vice, e também aos auxiliares da administração municipal.

Este será o segundo encontro promovido pela prefeitura dentro do projeto e nesta segunda-feira, dia 27, a partir das 19h, na sede da Associação de Moradores.

A Vila Florestal foi a primeira comunidade a ter um poço artesiano perfurado pela gestão de Fábio Ramalho.

A líder comunitária da localidade, Romária Elias Rodrigues, destacou que ações da atual gestão já estão melhorando a qualidade de vida na região. “Há muito tempo não se fazia nada por nossa comunidade, mas desde que Fábio assumiu nós começamos a sentir mudanças. A perfuração do poço foi uma ação que vai melhorar e muito a vida de todos aqui, sentimos melhora na educação e também na limpeza pública. Claro que temos demanda para apresentar a ele e estamos muito felizes por saber que ele virá nos ouvir, agora como prefeito”, frisou Romária.

A primeira plenária do “Prefeitura do Povo”, aconteceu na última segunda-feira (20), no Campo do Bahia, na comunidade do Floriano. Cerca de 100 pessoas participaram a ação e apresentaram suas demandas ao chefe do executivo, que anotou e respondeu a todas as colocações.

Prefeitura realiza mais uma reunião com proposta de reformulação dos PCCR’s da Educação e Saúde

Priorizando a transparência e diálogo, a Prefeitura de Lagoa Seca, através das secretarias de Administração, Educação e Saúde, realizou uma reunião com representantes do Sintab e com a comissão formada pelo sindicato com servidores da educação e da saúde do município.

O objetivo do encontro foi apresentar a proposta inicial de alteração dos Planos de Cargos Carreira e Remuneração (PCCR) da Educação e da Saúde. Cerca de 30 pessoas participaram da reunião.

O secretário de Educação de Lagoa Seca, José Valter Costa, avaliou como positiva a reunião. “A reunião esclareceu a questão de que não serão retirados direitos dos servidores, isso ficou bastante claro. Agora vamos aguardar o que dirá a comissão formada entre eles e o sindicato”, frisou.

A secretária de Administração de Lagoa Seca, Aparecida Santos, durante a reunião explicou a necessidade das mudanças nos PCCR’s. “Os números não mentem e apontam claramente que é necessário ajustar a realidade. As medidas são necessárias e preventivas para garantir os pagamentos atuais, futuros a curto e longo prazo”, disse.

Ainda conforme a secretária nenhuma medida será adotada sem ampla discussão. “O Prefeito Fábio Ramalho preza pelo diálogo e não tem a intenção de enviar o plano para apreciação dos vereadores sem antes discutir com as categorias e realizar os ajustes que forem possíveis”, enfatizou Aparecida Santos.

Também participaram da reunião, o secretário de Educação, José Walter Costa, o advogado membro da comissão de reformulação do PCCR, Diogo Maia, o vereador Marconi Acióli e representantes do Conselho do IPSER.

No final do encontro, foram formados grupos de estudos quem irão apreciar a proposta da prefeitura para reformulação do PCCR das duas categorias. Uma nova reunião deverá ocorrer no começo do mês de Abril para mais uma rodada de negociação em busca do consenso.

Duas comissões foram formadas, uma composta por servidores da educação e da saúde junto com o sindicato e outra formada pelo poder público do município junto com representantes sociedade civil organizada.