URGENTE: Secretaria de Saúde confirma 2 casos suspeitos de coronavírus e prefeito decreta fechamento do comércio em Lagoa Seca

Na manhã deste sábado, a Secretaria de Saúde de Lagoa Seca confirmou a existência de pelo menos dois casos suspeitos de contaminação pelo Covid-19. Um dos casos é na zona urbana – um homem que viajou para o Rio de Janeiro recentemente e o outro, de uma agricultora, de 60 anos, que também apresentou o quadro febril e deficiência respiratória desde a tarde de ontem.

Por conta da situação preocupante e levando em consideração o fato de que a população não tem atendido, de forma eficiente, a orientação de permanecer em suas casas, o prefeito Fábio Ramalho decretou situação de emergência e determinou o fechamento de áreas públicas de lazer (como campo de futebol e praças) e também, o fechamento de todo comércio local.

Só permanecerão funcionando serviços considerados essenciais como supermercados, farmácias e postos de combustíveis.
Restaurantes e lanchonetes poderão funcionar apenas com o serviço de entregas (delivery), não será permitida a aglomeração de clientes.
Bares e espetinhos também deverão permanecer de portas fechadas. A medida começa a valer a partir deste domingo (22) e vale por 15 dias.

A polícia e as autoridades sanitárias estarão cuidando da fiscalização do cumprimento do decreto. Equipes de saúde estão de plantão para atender as demandas que por ventura venham aparecer.

A Secretária de Saúde disponibilizou os telefones (83) 3366-1990 (Hospital Municipal) e (83) 3366-1436 (Vigilância Sanitária), em regime de plantão 24 horas para tirar dúvidas da população.

É importante o isolamento, principalmente das pessoas idosas, crianças e pacientes crônicos. Esses possuem uma baixa imunidade e mais riscos de, ao serem contaminados, terem um quadro de saúde agravado.

Aulas da rede municipal de ensino estão suspensas a partir desta quinta em Lagoa Seca

A Prefeitura de Lagoa Seca anunciou, nesta quarta-feira (18), a suspensão das aulas na rede municipal de ensino. As atividades nas unidades ficarão suspensas por quinze dias a partir desta quinta-feira (19). A medida foi tomada para previnir a possibilidade de infecção pelo novo coronavírus, causador da Covid-19.

A Secretaria de Saúde disponibilizará a linha telefônica (3366-1436) para atender e orientar a população diante de dúvidas do novo vírus ou de casos com sintomas gripais. Postos de saúde além do hospital municipal e da Policlínica Manoel Jácome estarão atendendo, preferencialmente, as demandas de urgência e emergência. A recomendação da pasta é que as pessoas evitem superlotar as unidades de atendimento, não criando pânico e aglomerações.

No decreto, o prefeito Fábio Ramalho determina que ficarão suspensas por quinze dias as atividades referentes à fisioterapia, odontologia e educação física. Já quem é atendido pelo fisioterapeuta em casa o serviço vai continuar normalmente.

Atividades da Secretaria de Assistência Social, como aulas de danças e grupos de idosos, também entram na lista de suspensão por quinze dias.

Lanchonetes, bares e restaurantes deverão adotar medidas de prevenção para conter a disseminação do Covid-19, conforme o decreto.

A Paraíba notificou mais 16 casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19) no estado, conforme informações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgadas nesta terça-feira (17). Com isso, até o momento, são 64 notificações, sendo que mais um caso foi descartado. O balanço tem os seguintes destaques:

  • Nenhum caso confirmado
  • 48 casos suspeitos
  • 16 casos descartados

 

Com paralisação nesta quarta, saiba o que funciona nos serviços públicos em Lagoa Seca

A Prefeitura de Lagoa Seca anunciou por meio de um decreto a adesão à paralisação nacional marcada para esta quarta-feira (18). Entre as reivindicações apresentadas na pauta estão a luta pela educação, saúde, defesa dos serviços públicos e respeito à democracia. As aulas da rede municipal de ensino estão suspensas amanhã, mas a coleta de lixo permanece com a rota habitual.

Na área da saúde só funcionarão os serviços de urgência e emergência oferecidos pelo hospital municipal, segundo o comunicado da Secretaria de Saúde. A Policlínica Manoel Jácome e postos de saúde estarão de portas fechadas.

As pastas da Administração, Assistência Social, Cultura e Infraestrutura – que vai garantir a coleta de lixo – não terão expedientes e os atendimentos técnicos/administrativos estarão suspensos. A Agricultura informou que vai manter o calendário e atender os agricultores que já estavam inscritos para receber o serviço de corte de terra nesta quarta.

Até o fechamento desta matéria, o Departamento de Transportes aguardava um posicionamento dos reitores e diretores das instituições de ensino superior de Campina Grande sobre a greve de amanhã e se haveria suspensão das aulas por causa do coronavírus, para decidir, no entanto, se haverá ônibus à disposição dos estudantes. A reunião definitiva acontece na tarde desta terça-feira (17). Já quem depende de transporte para fazer algum tratamento de saúde em outra cidade ou Estado, as viagens estão mantidas.

Centrais sindicais orientam os manifestantes a não realizarem atos públicos devido a proliferação de casos do coronavírus no país. As atividades voltam à normalidade nesta quinta-feira em Lagoa Seca.

VEJA DECRETO:

 

Secretaria de Agricultura continua trabalho de corte de terra para agricultores de Lagoa Seca

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento continua com o trabalho de corte de terra para agricultores de Lagoa Seca. A tarefa de aragem do solo é realizada com três tratores da prefeitura e, desde o início do mês, vem passando pelas comunidades do Cumbe, Jucá do Cumbe, Chã do Marinho, Oiti, Amaragi, Mineiro e Manguape.

De modo gratuito, produtores rurais interessados no serviço, deverão comparecer à sede da secretaria para assinar a guia de requerimento que está sendo disponibilizada, munidos de identidade e CPF.

Só no ano passado, segundo a pasta, foram 1.680 horas de trator, cortando cerca de quase 600 terras dos agricultores inscritos na atividade.

Para o prefeito Fábio Ramalho, essa política pública de auxiliar a classe trabalhadora rural contribui para o fortalecimento do setor produtivo e implementa o crescimento econômico do município, gerando emprego e renda por meio da atividade agrícola.

 

Prefeitura de Lagoa Seca abre chamada pública para aquisição de alimentos da agricultura familiar

A Prefeitura de Lagoa Seca abriu a chamada pública 00001/2020, destinada a aquisição de gêneros alimentícios, diretamente da agricultura familiar, que tem como objetivo atender a demanda de alimentação escolar dos alunos das escolas e creches municipais.

Os interessados deverão se dirigir primeiramente à Secretaria de Agricultura para fazer a documentação necessária, só assim, cada produtor apresentará os envelopes de habilitação e da proposta de preços (projeto de venda) no próximo dia 12, na sala de licitações da prefeitura, às 9h.

Serão adquiridos 20 itens, incluindo verduras, legumes, frutas, ovos e produtos de panificação. Os produtos estão orçados em R$ 621.344,00. Cada item tem uma exigência quanto à periodicidade da entrega.

Podem participar da chamada pública: grupos formais (organizações produtivas detentoras de declaração de aptidão ao Pronaf – DAP Jurídica), constituídos em cooperativas e associações; grupos informais (agricultores familiares, detentores de declaração de aptidão ao Pronaf – DAP Física, organizados em grupos); fornecedores individuais, detentores de declaração de aptidão ao Pronaf – Dap física, não organizados em grupos).

A chamada pública atende à Lei n° 11.947/2009, que determina que no mínimo 30% do valor repassado a estados, município e Distrito Federal pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) devem ser utilizados obrigatoriamente na compra de gêneros alimentícios provenientes da agricultura familiar.

Coleta de lixo não acontecerá na terça de carnaval em Lagoa Seca

Com informações da Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo, a coleta de lixo doméstico não acontecerá na terça-feira de carnaval (25) em Lagoa Seca. Já na segunda (24) e na quarta (26), o serviço funcionará normalmente dentro das rotas existentes.

Outros serviços básicos como limpeza de rua e bueiro também estarão suspensos na terça. A pasta pede a colaboração dos lagoassequenses para que evitem jogar lixo nas ruas ou calçadas enquanto a coleta não passar.

A Secretaria de Saúde, por sua vez, informou que durante o período carnavalesco só funcionarão os serviços essenciais (urgência e emergência) do hospital municipal. As Unidades Básicas de Saúde estarão fechadas nesse ínterim.

Procurada, a Secretaria de Educação disse que as escolas da rede municipal de ensino estarão de recesso, voltando a partir da quinta-feira (27) de manhã. Transportes escolares, como os ônibus que trafegam com os estudantes da zona rural e aqueles que estudam em Campina Grande, também só voltarão a circular na quinta. As demais secretarias, como Administração, Agricultura, Assistência Social e Cultura também vão parar no carnaval.

Já o Conselho Tutelar avisou que vai funcionar através de regime de sob aviso, isto é, atendendo apenas em situações emergenciais. Caso surja alguma demanda, o conselheiro de plantão se desloca até a sede e presta o atendimento. Ouvida a queixa, ele pode analisar se será preciso convocar os demais para atuarem junto ao caso. Neste sábado (22) e domingo (23), pré-carnaval, dois conselheiros estarão de plantão prontos para qualquer situação que ocorra. Já no período de carnaval, a escala seguirá a mesma já existente, ou seja, dois pela manhã e tarde, e um à noite. O número para contato do Conselho Tutelar é o (83) 99174-9435.

Com parceria da prefeitura, campus da UEPB de Lagoa Seca oferece cursos técnicos em agroindústria e agropecuária

Mais uma vez, a parceria entre a Prefeitura de Lagoa Seca com a Escola Agrícola Assis Chateaubriand, campus II, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), localizada na área rural da cidade, vai gerar bons resultados. É que estão abertas as inscrições para os cursos técnicos em agroindústria e agropecuária.

Interessados em ingressar em agroindústria devem estar cursando ou ter concluído o ensino médio/superior. 80 vagas estão ofertadas. O profissional poderá atuar em unidades de produção e cadeias produtivas em empresas do ramo alimentício, com domínios nos processos industriais nas áreas de beneficiamento, transformação, conservação e controle de qualidade dos alimentos.

Já para quem quer adentrar no ramo da agropecuária, terá que obedecer o único pré-requisito exigido, o de ter o ensino fundamental completo. Para o curso em questão, estão disponíveis 150 vagas. O profissional poderá atuar em atividades ligadas à agricultura, pecuária e à administração rural nas áreas de culturas anuais, perenes, fruticultura, controle fitossanitário, produção de mudas, topografia e irrigação.

As matrículas, assim como os cursos, são gratuitas. Para saber de outros detalhes, o interessado poderá comparecer à Escola Agrícola Assis Chateaubriand, na Vila Florestal, de segunda a sexta, ou entrar em contato pelos telefones: 3366-1244 e 3366-1297. Com as aulas começando no próximo dia 17, haverão turmas nos turnos da manhã e tarde.

A boa relação das instituições vem desde do início da gestão do prefeito Fábio Ramalho. Ambas, em sintonia, realizam atividades que ganham destaque, seja em trabalhos com o homem do campo quanto nas condições de uma vida social melhor, como é o caso de alunos de Lagoa Seca que fazem parte da Universidade Aberta à Maturidade (UAMA), onde ganha um apoio da atual administração municipal.

Outros trabalhos envolvendo a prefeitura e o campus II da UEPB, em Lagoa Seca, também têm grande contribuição na vida do lagoassequense. Registra-se a distribuição de mudas pela universidade, através do viveiro florestal, onde são plantadas árvores em praças e calçadas do município. Outro ponto que merece ênfase são os cursos ministrados a agricultores da região, como o de abate e corte da carne de coelhos e a produção de embutidos, mostrando a eles como é possível aumentar a renda familiar com a iguaria. Por fim, oficina de música ofertada à população da Vila Florestal. A prefeitura envia um professor e as aulas são realizadas no campus da universidade. A estimativa é que a oficina volte a ocorrer este ano.

Na Câmara, prefeito Fábio faz balanço da gestão e projeta prioridades para 2020

O prefeito Fábio Ramalho prestigiou, na manhã desta terça-feira, 11, na Câmara de Lagoa Seca, a sessão que marcou o início do ano legislativo.

Como faz desde 2017, o prefeito apresentou a mensagem do Poder Executivo, fazendo um balanço dos últimos anos de sua administração e projetando as prioridades para 2020, último ano da atual gestão.

A sessão na Casa de Napoleão Coutinho foi prestigiada pelos secretários municipais, coordenadores, auxiliares da administração e lideranças comunitárias.

Antes do discurso do prefeito, falou o presidente da Câmara Legislativa, Fabiano Ramalho, que parabenizou os vereadores pelo trabalho árduo no ano passado e o compromisso dos pares diante das demandas legislativas. Conforme ressaltou, predomina a harmonia entre os parlamentares juntamente com o Executivo. Garantiu ainda que a Casa, democraticamente, vai trabalhar para aprovar os requerimentos e projetos de lei, visando trazer benefícios para a população.

Já em seu discurso, o prefeito lagoassequense destacou as obras, ações e serviços para a cidade, especialmente em setores como infraestrutura, saúde, educação e mobilidade urbana.

No início, num tom de felicidade, Fábio usou na fala as palavras que, segundo ele, fazem a diferença na gestão pública “avanço” e “humildade”.

Logo após, lembrou que já pavimentou mais de 60 ruas em todo município. Mas afirmou que este ano a prospecção é de entregar uma cidade toda pavimentada e com rede de saneamento básico.

O gestor ainda destacou a grandiosidade do programa municipal, o Cheque Cidadão, que beneficia famílias carentes com a doação de R$ 100 mensais, na ajuda da compra da cesta básica. Outro tema mencionado foi a boa relação dele com os deputados em Brasília (DF). Suas viagens a trabalho já renderam varias emendas, destinadas às obras e serviços em Lagoa Seca.

Só que nem tudo é notícia boa, alegou Fábio, que frisou, com números, a alta folha de pagamento dos servidores da Saúde e a pouca verba oriunda do governo federal para o município. Ele ainda caraterizou as noites de sono perdidas, em busca de solucionar e pagar em dia os funcionários da prefeitura.

Mas isso não desmotiva o prefeito, que prometeu que o corrente ano será ainda de mais trabalhos e sonhos para serem realizados. Prova disso, são as novas barragens que serão feitas nas comunidades rurais – beneficiando agricultores – e a construção de mais um poço no distrito do Alvinho. Nesta terça, começou a segunda obra de pavimentação na Vila Ipuarana, anunciou o prefeito, que disse ainda que em março haverá o primeiro pregão eletrônico na ordem de licitação para a pavimentação em várias partes da cidade. Por fim, afirmou que a Praça Severino Cabral estará pronta em maio e que mais ações vão acontecer.