As três comissões responsáveis pela elaboração do novo Plano Diretor Municipal reuniram-se, como de hábito mensalmente, nesta quinta-feira, para recordar o início dos trabalhos que prometem projetar a cidade para os próximos dez anos. Com o nascimento da primeira comissão (Planejamento e Gerenciamento) há um ano foi possível formar as outras duas (Técnica e Preparatória e de Acompanhamento) e avançar com as atividades.

O encontro serviu, ainda, para avaliar o andamento das reuniões comunitárias responsáveis pela segunda etapa das atividades de formulação do novo Plano Diretor de Lagoa Seca.

Sete comunidades rurais já puderam apresentar suas potencialidades e problemáticas, elementos que serão inseridos no texto da lei. Na próxima semana será a vez da região Araticum.

Participaram do momento, também, a prefeita Dalva Lucena e o presidente da Câmara Legislativa, vereador Fabiano Ramalho.

O Plano Diretor, que não se trata de um plano de governo, é uma lei municipal, sendo um instrumento básico da política de desenvolvimento do município. Sua principal finalidade é orientar a atuação do poder público e da iniciativa privada na construção dos espaços urbano e rural na oferta dos serviços públicos essenciais, visando assegurar melhores condições de vida para a população. No caso de Lagoa Seca, a lei já existe, mas passa por necessidade de revisão e construção de uma nova.

...
Skip to content