Prefeitura de Lagoa Seca adere à paralisação nacional contra a proposta de reforma da Previdência; serviços essenciais funcionam normalmente

Diante da paralisação nacional que acontece nesta sexta-feira (22) contra a proposta de reforma da Previdência, a Prefeitura de Lagoa Seca irá suspender todos os serviços administrativos na cidade. Contudo, os atendimentos essenciais na área da saúde, como emergência urgência, continuam funcionando normalmente. O decreto foi aprovado pelo prefeito Fábio Ramalho.

A secretaria de Educação também suspendeu as aulas do município para esta sexta. As atividades voltam à normalidade na segunda (25).

A atualização cadastral para os beneficiários de algum programa social, que aconteceria nesta sexta na comunidade do Amaragi, também foi suspensa. Porém, na segunda, dia que a comunidade também estava no cronograma, a atualização continua sem alterações.

Prefeitura decreta ponto facultativo no período Carnavalesco; serviços essenciais continuam funcionando

De Decreto N°06/2019, assinado pelo prefeito Fábio Ramalho, durante os dias 04, 05, e 06 não haverá expediente nas repartições públicas em virtude do período carnavalesco. O decreto ainda diz que os serviços essenciais, como a funcionalidade de urgência e emergência do Hospital Geral Municipal Ana Maria Coutinho Ramalho e a coleta de lixo continuam funcionando normalmente.

Apenas no dia 05 não haverá coleta de lixo. Mesmo assim, a secretaria de Infraestrutura disponibilizará 8 agentes de limpeza para o controle do lixo na cidade.

Os expedientes voltam à normalidade na quinta, 07 de março.

“Não serei administrador de folha de pagamentos”, afirmou prefeito durante prestação de contas à comunidade

“As dificuldades financeiras não irão nos impedir de trabalhar. Não serei administrador de folha de pagamentos”, afirmou prefeito de Lagoa Seca durante prestação de contas à comunidade

O prefeito de Lagoa Seca, Fábio Ramalho (PSDB), apresentou na noite desta terça-feira (11), durante a sessão ordinária na Câmara de Vereadores, a prestação de contas do quanto já fez pelo município nos primeiros 100 dias de gestão. Cerca de 150 pessoas compareceram para acompanhar o momento.

Além dos populares, acompanharam a sessão a vice-prefeita do município, Dalva Lucena, a primeira dama da cidade, Silvia Barros e vários secretários e coordenadores dos departamentos.

A sessão foi aberta pelo presidente da casa, vereador Paulinho Patriota, que concedeu a palavra a todos os vereadores. Os parlamentares, incluindo os de oposição, reconheceram e elogiaram em suas falas o trabalho da atual gestão.
Desde que assumiu a prefeitura em 1º de janeiro, Fábio Ramalho desenvolveu ações em todas as áreas da administração pública municipal, e na noite desta terça-feira apresentou dados e imagens de todo o trabalho que já realizou.

Superando as dificuldades, o prefeito de Lagoa Seca, disse que as ações até então desenvolvidas só foram possíveis por conta da seriedade com que a gestão trata do dinheiro público. “Sabemos o quanto as pessoas querem ver os impostos sendo devolvidos em forma de benefícios, por isso tratamos com tanto respeito o dinheiro público e fazemos ele retornar sempre da melhor maneira”, disse Fábio Ramalho durante a prestação de contas, o chefe do Executivo destacou ações desenvolvidas em todas as pastas que integram a administração municipal, e falou que esses foram apenas os primeiros números de sua gestão. “Em 100 dias já temos mais para mostrar do que foi feito nesta cidade nos últimos anos. Não esperem de mim um administrador de folha de pagamento, fui eleito para ser gestor, é o que tenho feito e é o que seguirei fazendo, pois estou aqui porque tenho coragem e já há muito para mostrar”, enfatizou o prefeito Fábio Ramalho.

O prefeito de Lagoa Seca finalizou a prestação de contas renovando o compromisso de fazer sempre o melhor por Lagoa Seca. “É com a coragem que tenho que seguirei trabalhando por esta cidade, cuidando dos mais necessitados e tratando com muito respeito o dinheiro público, buscando dias melhores para cada um dos habitantes desta cidade”, declarou Fábio Ramalho.